QUALIDADE DO LEITE NA BACIA LEITEIRA DE GOIANÉSIA - GO EM DIFERENTES SISTEMA E ESTAÇÕES DO ANO.

  • Dyb Youssef Bittar Faculdade Evangélica de Goianésia
  • Elaine Rodrigues Silva
  • Fernando Augusto da Costa FACEG
Palavras-chave: Bovinos, clima, produção ccs, cbt.

Resumo

Objetivou-se avaliar a qualidade do leite em diferentes sistemas de produção ao longo de 2 anos (2016 e 2017), na região de Goianésia – Go. As unidades de produção de leite (UPL), foram classificadas e divididas em quatro grupos sendo estes: em sistema especializado (SE), sistema especializado canalizado (SEC), sistema especializado balde ao pé (SEBP) e sistemas não especializado (NE). Foram analisados a influência de cada sistema de produção na qualidade do leite, em diferentes estações do ano. O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado em arranjo fatorial, considerando como fatores os meses do ano (n=12), os sistemas de produção (n=4) e a sua interação. As variáveis analisadas foram: contagem de células somáticas (CCS), contagem de bactérias totais (CBT), proteína brutas (PB) e gorduras (GOR). Em relação a GOR e PB o CBT e CCS o SE se manteve com os melhores percentuais durante as estações. As estações do ano influenciaram mais nas variáveis analisadas em sistemas NE. Concluiu-se que o sistema provido de um maior nível tecnológico de produção foi o que melhor se sobressaiu, consequentemente os sistemas inferiores de produção foram influenciados pelas variáveis das diferentes estações do ano.

Publicado
2018-10-24