RELAÇÃO ENTRE IDADE E FUNÇÃO PULMONAR DE PACIENTES PNEUMOPATAS DA CLÍNICA ESCOLA UNIFISIO - ANÁPOLIS

  • Mayara Bernardo Albuquerque UniEvangélica
Palavras-chave: Idade; Função Pulmonar; Pneumopatas.

Resumo

Introdução: O sistema respiratório é responsável pela manutenção da oxigenação tecidual e com condições clínicas podem levar a perdas funcionais e morfológicas, tais como: redução do volume corrente, perda de força muscular respiratória que culminam na redução da capacidade funcional e qualidade de vida (QV). Objetivo: Verificar a relação entre a idade e a função pulmonar de pacientes pneumopatas da clínica escola Unifisio - Anápolis. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal,  realizado no curso de fisioterapia do Centro Universitário de Anápolis UniEvangélica/GO. Foram selecionados 10 pacientes, com idade média de 69 (9) anos, IMC médio de 27,89 (3,33) kg/m². A espirometria foi realizada com paciente sentado, anexado a um bucal e clipe nasal para realização de manobra expiratória forçada. Os parâmetros avaliados foram volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1), capacidade vital forçada (CVF) e a relação VEF1/CVF. Para verificar a relação entre os inventários e a QV, foi utilizado o coeficiente de correlação de Spearman,  considerando um p<0,05, os dados foram analisados no software Statistical Package Social Science (SPSS). Resultados: Dos pacientes avaliados, cinco eram pré-obesos e um deles na faixa de obesidade 1. Quando foi analisada a relação entre a idade com a função pulmonar, o VEF1 (r=-0,67, p=0,03) foi o único parâmetro que apresentou relação inversa e significativa. Conclusão: Conclui-se que a idade influencia no VEF1, possivelmente devido às alterações que ocorrem na árvore brônquica e estão relacionadas à redução da elasticidade e aumento da resposta inflamatória crônica.

Publicado
2020-01-02