O IMPACTO DA HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA NA SAÚDE DOS IDOSOS BRASILEIROS

Autores

  • GLAUCIA MEIRELES uni evangélica
  • Gizelle Oliveira Carneiro Fernandes1
  • Tatiane Caexeta Aranha Caexeta Aranha

Palavras-chave:

humanização, assistência ao idoso, saúde do idoso, política de saúde

Resumo

O processo de envelhecimento é uma modificação normal para todos os seres humanos que com o passar dos anos vai alterando os processos neurobiológicos estruturais, funcionais e químicas. Para que este idoso tenha seus direitos assegurados e também como um manual para mostrar os problemas que pode afetar esta idade, assim como mostrar habilidades para um envelhecimento saudável e resguardar sua autonomia e conservar sua qualidade de vida foi criada politicas especificas. E para que garante esta qualidade da assistencial e humanizada se faz necessário uma relação mais igualitária no processo de cuidar. Objetivos Gerais:Analisar os cuidados de enfermagem na humanização assistencial dos idosos na atenção básica.Metodologia: Trata-se de uma Revisão Integrativa da Literatura. A busca ocorreu nas bases de dados virtuais Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e US National Library of Medicine (PubMed) e as bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e BDENF. Os dados foram coletados entre os meses de julho de 2021 a setembro 2021. Foram estabelecidos os seguintes descritores (DeCS/MesH “Política de Saúde do Idoso”, “Humanização”, “Assistência integral a saúde” e “Idoso. O recorte temporal foi entre os anos de 2015 a 2021. Resultados:Os principais resultados encontrados foram que os idosos consideram um bom acolhimento apenas pelo fato de receberem sua medicação, portanto o acolhimento vai além disso. Outro ponto importante é que alguns profissionais praticam o acolhimento humanizado, a escuta qualificada, comprindo assim a PNH. Porém encontra-se também uma carência de profissionais capacitados para atender adequadamente a pessoa idosa. Foi observado nesta revisão integrativa a carência de conhecimento sobre o que era acolhimento pelo idoso, mas também mostra que alguns enfermeiros e profissionais praticam o acolhimento humanizado, porém tem os pontos negativos como a  falta de capacitação e experência do profissional para atendimento a esta população.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Cadernos de Atenção Básica - n.º 19. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Estatuto do idoso. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

FERREIRA, Beatriz Rocha et al. Acolhimento ao idoso na atenção básica: visão do usuário / Atención a los ancianos en atención primaria: visión del usuario / Elderly welcoming in primary health care: the user perspective. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental. v.10 n.3. p. 669-674, jul.-set. 2018.

JESUS, Sheila Barros et.al., Humanização da Assistência de Enfermagem ao Paciente Idoso na Atenção Básica. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research. v.28 n.3, p.87-92, novembro 2019.

LAKATOS, Eva Maria. Marconi, Mariana de Andrade. Fundamentos de Metodologia Cientifica. 7° ed. São Paulo: Atlas,2011.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVAO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., Florianópolis, v.17, n. 4, p. 758-764, Dec. 2008. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-

NASRI, Fabio. Demografia e epidemiologia do envelhecimento O envelhecimento populacional no Brasil. The aging population in Brazil. Revista Einstein. São Paulo, v.6, n.1, p.S4-S6, 2008.

OLIVEIRA, Rouslanny Kelly Cipriano. Depressão e estado nutricional de idosos participantes do Programa Hiperdia. Revista Rene. Piauí, v.16, n.5, p.731-737, Set-Out 2015.

SAMARTINI, R. S., & Cândido, V. C. (2021). Reflections on elderly autonomy and its meaning for the practice of nursing care. Revista brasileira de enfermagem, v.74, n.3, 2021..

SANTOS, Flávia Heloísa dos; ANDRADE, Vivian Maria; BUENO, Orlando Francisco Amodeo. Envelhecimento: um processo multifatorial. Psicol. estud., Maringá, v. 14, n. 1, p. 3-10, Mar. 2009. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-73722009000100002&lng=en&nrm=iso>. access on 24 Sept. 2020.

SOUZA, Marcela Tavares de, SILVA, Michelly Dias da and Carvalho, Rachel de Integrative review: what is it? How to do it?. Einstein (São Paulo) [online]. 2010, v. 8, n. 1 [Accessed 6 November 2021] , pp. 102-106. Available from: <https://doi.org/10.1590/S1679-45082010RW1134>. ISSN 2317-6385. https://doi.org/10.1590/S1679-45082010RW1134.

Downloads

Publicado

2022-11-30

Edição

Seção

GEX_CIPEEX