AVALIAÇÃO DE VIOLÊNCIA INFANTIL EM CRIANÇAS EM IDADE ESCOLAR

  • Hellen Caroline Pereira Machado UniEVANGÉLICA
  • Bruna Martinez Yano Lima UniEVANGÉLICA
  • Isabela Araújo Oliveira UniEVANGÉLICA
  • Bruna Dayane Gomes de Ataíde UniEVANGÉLICA
  • Erick Verner de Oliveira Aquino UniEVANGÉLICA
  • Margareth Regina Gomes Veríssimo de Faria UniEVANGÉLICA

Resumo

Violência é o uso intencional de força contra si ou contra alguém, podendo ser caracterizada de diversas maneiras. A violência contra criança, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, envolve diferentes tipos de agressão: negligência, violência física, sexual, psicológica e privação. Este trabalho tem por objetivo avaliar o contexto da violência infantil no cenário brasileiro, abordando os tipos mais frequentes, os locais de ocorrência, as similaridades e discrepâncias regionais e nacionais. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, cujos dados foram obtidos por meio de consulta a base de dados Sistema de Informações de Agravos de Notificação disponibilizada pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. Ao analisar o número de notificações de violência em crianças de 0 a 14 anos, foi constatado que no Brasil, no ano de 2015, 71 casos de violência infantil foram notificados, sendo que 53% destes casos são notificações somente do estado de Goiás. Com isso se conclui que o dimensionamento da gravidade desse problema encontra obstáculo na deficiência das notificações, logo sugere-se que mais pesquisas sejam feitas.

Biografia do Autor

Margareth Regina Gomes Veríssimo de Faria, UniEVANGÉLICA

Doutora em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás. Professora Adjunta do Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGÉLICA. Professora Assistente da Pontifícia Universidade Católica de Goiás – Goiânia, GO, Brasil.

Publicado
2019-01-24