LESÕES CAUSADAS POR QUEIMADURA: revisão integrativa

  • Alexsandra dos Santos Ferreira
  • Sarah Sandres de Almeida Santos
  • Regina Ribeiro de Castro Lima

Resumo

Aproximadamente um milhão de pessoas são acometidas por queimaduras ao ano,  a maioria de baixa gravidade, porém existem populações mais vulneráveis e a possibilidade de complicações e morte é uma realidade. As crianças, os idosos e as pessoas de baixa renda são mais a queimadura. Essas lesões são dolorosas, podendo levar a morte,  sequelas e incapacitações. (Brasil 2012; Brunner & Suddarth 2015;  Phtls 2011). São de etiologias principalmente térmica, resultantes da exposição a chamas, líquidos ou superfícies quentes; a  substâncias químicas, radiação, fricção violenta, plantas e animais tóxicos. A classificação da queimadura depende da extensão do comprometimento tecidual diante da exposição ao agente causador. A gravidade por sua vez, está relacionada em grande parte à  extensão e profundidade das lesões, podendo desencadear distúrbios fisiopatológicos por perda de volume sanguíneo e infecções. (Brunner & Suddarth 2015; Phtls 2011). Destaca-se que o atendimento rápido e adequado ao queimado, representa significativa melhora no prognóstico de recuperação e de funcionalidade do local atingido. (Phtls 2011). Desse modo, estudos nessa área embasam ações de atualização e melhora na qualidade da assistência prestada nas unidades de saúde de atendimento aos queimados, fato que estimulou essa pesquisa a qual apresenta o objetivo de descrever sobre lesões por queimaduras.

Publicado
2019-01-23