MÉTODO DE ESTUDOS PARA DISLÉXOS - MEPD

  • Clara Elis Pereira
  • Eliseu Dias Rodrigues
  • José Inácio França
  • Marcella Canedo Tristão
  • Adrielle Beze Peixoto
Palavras-chave: Dislexia. Inteligência Artificial Conexionista. Rede Neural Artificial.

Resumo

O MEPD apresenta a criação de um software que busca oferecer novas possibilidades para o desenvolvimento das habilidades dos disléxicos, como a estimulação da leitura e a memorização, auxiliando-os em seu aprendizado e ajudando o disléxico em seus estudos, trabalhos e afins. Trata-se de um sistema capaz de criar um plano de estudo de acordo com as respostas do disléxico, através de questões que envolvem leitura, memorização, identificação de imagens, escrita. O software verifica o grau de dificuldade daquele indivíduo e elabora métodos de aprendizagem para que o disléxico consiga aprender a partir de seu próprio mecanismo, como a dislexia é diferente para cada indivíduo será usado técnicas da neurociência. Para que o sistema seja implantado, deve haver uso de alguns métodos: Inteligência Artificial Conexionista e Rede Neural Artificial.

Referências

FERREIRA, J. C; DYMOW, J. B.. Redes Neurais Artificiais Aplicadas na Construção de Exercícios para Verificação de Aprendizagem. Trabalho de Conclusão de Curso (Trabalho de Conclusão de Curso em Sistemas de Informação) – UFSC. Florianópolis, 2005.
JESTE et al., (2013) DSM 5. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais.
MELO, E. A. D.et al., (2017) Dislexia.
McCULLOCH, W.; PITTS, W. H.. A logical calculus of the ideas immanent in nervous activity. In: Bulletin oh mathematical biophysics, vol 5, 1943, p. 115-143.
PINHEIRO, A.. In: II Fórum Mundial da Dislexia (IIWDF) – Belo Horizonte, 2014.
WIMMER H., (1993) Characteristics of developmental dyslexia in a regular writing system. Applied Psycholinguistics .
Publicado
2019-01-22
Seção
XIX SITES - Engenharias de Computação e de Software