DESENVOLVIMENTO DO APLICATIVO DONAR PARA MAXIMIZAR O VOLUME DE DOAÇÕES DE SANGUE NO BRASIL

  • Gabriel Leite Dias UniEvangélica
  • Matheus Lima de Albuquerque
  • Renata Dutra Braga
  • Rosana Machado de Souza
Palavras-chave: Aplicativo Mobile. Doações de Sangue. Doadores de Sangue. Redes Sociais. Veículo Social.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo criar um aplicativo mobile, assim como um módulo de gerenciamento web, visando o aumento do índice de doações de sangue no Brasil, por meio da conscientização e disseminação dos direitos atribuídos aos doadores. O foco dessa aplicação é conectar um doador a um local de doação, como: hemocentros, bancos de sangue e locais afins, levando em consideração a distância entre doador e local. A conexão será feita por meio de campanhas que serão divulgadas, pelas redes sociais por intermédio dos próprios usuários da aplicação, através de informativos que serão disponibilizados aos doadores. O intuito é fazer com que esses usuários tenham conhecimento dos direitos assegurados a eles por lei, quando se disponibilizam a realizar o procedimento de doação, contribuindo para a fidelização dos mesmos e permitindo um melhor controle de qualidade do material recolhido. Espera-se, com o uso do aplicativo pela comunidade em geral, a maximização do aumento no número de doações de sangue para os níveis recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), além de conscientizar as pessoas sobre a importância desse ato. E, assim, efetivar o uso da tecnologia como uma ferramenta social de fundamental importância na tentativa de salvar vidas.

Referências

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Telefonia móvel registra aumento de
156.155 linhas em agosto. 2017. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2018
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Ministério da Saúde Lança Campanha para Incentivar Doação Regular de Sangue. 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2018.
______. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Uma Doação Pode Salvar até Quatro Vidas. 2017. Disponível em: . Acesso em: 8 dez. 2017.
CARDOSO, Andre. TDD por que usar?. 2013. Disponível em: . Acesso em 11 jul.2018.
CIRIBELI, João Paulo; PAIVA, Victor Hugo Pereira. Redes e mídias sociais na internet: realidades e perspectivas de um mundo conectado. 2011. Disponível em:
. Acesso em: 22 mar. 2018.
FONSECA, Fernando Josepetti. PSI 2617 Inovação em Engenharia. 2017. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2018.
GOOGLE. Firebase Realtime Database. 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2018.
KEMP, Simon. Digital in 2018: World's Internet Users Pass the 4 Billion Mark. 2018. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2018.
LOPES, Camilo. TDD e as 20 coisas que você precisa saber. 2012. Disponível em: < http://www.thedevelopersconference.com.br/arquivos/tdc/2012/TDD20coisas.pdf>. Acesso em: 21 set. 2018.
MYRES, G. F. The Art of Software Testing. Ed. John Wiley & Sons, Inc. New Jersey, 2004.
OPAS: SUMINISTRO DE SANGRE PARA TRANSFUSIONES EM LOS PAÍSES DE LATINOAMÉRICA Y DEL CARIBE. Ed. 2014.
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Organização das Nações Unidas. More voluntary blood donations essential: On World Blood Donor Day, WHO calls for more people to be heroes – donating blood regularly. 2012. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2017.
SILVA, Rafael Mariano Gislon da; KUPEK, Emil; PERES, Karen Glazer. Prevalência de doação de sangue e fatores associados em Florianópolis, Sul do Brasil: estudo de base populacional. 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2018
7
SUTHERLAND, Meet Jeff; SCHWABER, Meet Ken. The Scrum Guide. 2017. Disponível em:
. Acesso em: 15 dez. 2017
Publicado
2019-01-22
Seção
XIX SITES - Engenharias de Computação e de Software