EDUCANDO CRIANÇAS E ADOLESCENTES SOBRE CONDUTAS EM AFOGAMENTO EM UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA DA AMAZÔNIA

  • Bráulio Brandão Rodrigues
  • Júlia Moura Nader
  • Rafael da Silva Vieira
  • Gabriela Ferreira Leandro de Oliveira
  • Leonardo Oliveira Coelho
  • Flávia Gonçalves Vasconcelos
  • Fábio Fernandes Rodrigues
  • Luciana Caetano Fernandes

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo relatar a experiência da realização de uma atividade de educação em saúde com o tema condutas em afogamento, realizada por acadêmicos e professores do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA na Comunidade Ribeirinha São José do Araras, Amazonas, Brasil. Participaram da atividade 24 pessoas, sendo 5 crianças e 19 adolescentes. Os materiais utilizados para a atividade foram dois manequins de tamanhos diferentes e uma bacia com água para simular afogamento em pequenos volumes de água. Inicialmente, o acadêmico responsável pela atividade fez uma introdução sobre o tema afogamento, sua importância e o conceito de afogamento também foi explicado. Logo em seguida o enfoque principal foi dado às atitudes que devem ser tomadas frente a uma situação de afogamento. Após aprender sobre o resgate da vítima, os participantes da palestra foram capacitados a realizar as manobras necessárias para otimizar o socorro. Observou-se que cada contato com as comunidades ribeirinhas é uma oportunidade ímpar para reforçar as informações relativas a afogamento e esta deve ser uma postura contínua em todas as atividades de extensão para que mais pessoas sejam capacitadas e menos acidentes aconteçam com o passar do tempo.

Publicado
2018-12-21