CONTROLE ALTERNATIVO DE CERCOSPORIOSE NA CULTURA DA ALFACE UTILIZANDO ÓLEO ESSENCIAL DE ALECRIM

  • Karina Fonseca da Silva Cirino
  • Ronice Alves Veloso
  • André José Campos
Palavras-chave: Cercospora longíssima, Lactuca sativa, Rosmarinus officinalis, Metabolismo secundário

Resumo

A cercosporiose é uma doença limitante para a cultura da alface (Lactuca sativa) devido causar danos no seu principal produto, as folhas. O controle é realizado convencionalmente por produtos químicos, causando vários riscos ao meio ambiente e a saúde humana. Nessa perspectiva, objetivou-se avaliar o potencial do óleo essencial de alecrim no controle alternativo desse fitopatógeno. A extração do óleo essencial de alecrim foi obtida por meio de hidrodestilação. O projeto foi desenvolvido in vitro, para avaliar o crescimento micelial. Utilizou-se o óleo nas concentrações de 0;1,0; 1,5; 2,0 e 2,5% no qual foram incorporados no meio de cultura, foram realizadas mensurações do diâmetro micelial em dois sentidos diametralmente opostos (N/S, W,E) em  cinco avaliações com intervalos regulares de 48 horas. Os dados foram analisados por meio de análise de variância e de regressão com base nos coeficientes a 5 ou 1% de probabilidade e as médias comparadas pelo teste Tukey à 5% de significância, utilizou-se o programa estatístico SISVAR. O óleo essencial de alecrim demonstrou redução significativa no crescimento micelial da C. longissima in vitro em relação às épocas de avaliações, às 24 e 72 horas, devido  maior presença óleo essencial de alecrim. Porém, não houve redução significativa se tratando das concentrações.

Referências

ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 2013. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA). Relatório de Atividades de 2011 e 2012. Disponível em: . Acessado em: 30 de setembro de 2018.
BARNETT, H. C.; HUNTER, B. B. Illustrated genera of imperfect fungi. 3th ed. Mineapolis: Burgess Publishing, 1972, 241p.
CELESTINO, A. C.; AMALFI, I. N.; ROMOLI, J. C. Z.; BOMFIM, N. S.; MOSSINI, S. A. G.; MACHINSKI JUNIOR. M. M. Ação antifúngica do óleo essencial de Rosmarinus officinalis L. (alecrim) em Fusarium graminearum. Anais... 24º Encontro Anual de Iniciação Científica, 4º Encontro Anual de Iniciação Científica Júnior. 2015.
DOMINGUES, R. J.; YOUNG, M. C. M.; TÖFOLI, J. G.; MATHEUS, D. R. Potencial antifúngico de extratos de plantas e de basidiomicetos nativos sobre Colletotrichum acutatum, Alternaria solani e Sclerotium rolfsii. Summa phytopathologica, v. 37, n. 3, p. 149-151, 2011.
GARCIA, C.; HORST, M. V.; MAIA, A. J.; LEITE, C. D.; FARIA C. M. D. R.; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F. Óleo essencial de alecrim no controle de doenças da videira cultivar Cabernet Sauvignon. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.12, n.4, p.452-457, 2017.
LEITE, C. D.; MAIA, A. J.; BOTELHO, R. V.; FARIA, C. M. D. R.; MACHADO, D. Extrato de alho no controle in vitro e in vivo da antracnose da videira. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 14, n. 3, p. 556-562, 2012.
LOPES, C. A.; QUEZADO-DUVAL, A.M.; REIS, A. Doenças da alface. Embrapa Hortaliças, Brasília, DF. 2010. 68p.
OLIVEIRA, A. M. C; PINTO, G. A. S; BRUNO, L. M; AZEVEDO, E. H. F. 2005. Avaliação da qualidade higiênica de alface minimamente processada, comercializada em Fortaleza, CE. Higiene Alimentar, São Paulo, v.19, n.135, p.80-85, 2005.
PEREIRA, R. B.; PINHEIRO, J. B.; CARVALHO, A. D. F.; Diagnose e controle alternativo de doenças em alface, alho, cebola e brássicasias. Embrapa Hortaliças, Brasília, DF, 2013. 13p. (Embrapa Hortaliças: Circular Técnica 120).
SANTOS, A. S.; ALVES, S. de M.; FIGUEIRÊDO, F. J. C,; ROCHA NETO, O. G. Descrição de sistema e de métodos de extração de óleos essenciais e determinação de umidade de biomassa em laboratório. Embrapa Amazônia Ocidental, Belém, PA, 2004. 6f. (Embrapa Amazônia Ocidental, Comunicado Técnico 99).
SANTOS, A. C. A.; ROSSATO, M.; SERAFINI, L. A.; BUENO, M.; CRIPPA, L. B.; SARTORI, V. C.; DELLACASSA, E.; MOYNA, P. Efeito fungicida dos óleos essenciais de Schinus molle L. e Schinus terebinthifolius Raddi, Anacardiaceae, do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 20, n. 2 (2): p.154-159, 2010.
SANTOS, A. G. dos. Produtividade da alface cv Isabela cultivada sob diferentes níveis de composto orgânico e de biofertilizantes, 2011. 42 f. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) – Universidade Federal de Sergipe, 2011.
SANTOS, P. L.; PRANDO, M. B.; MORADO, R.; PEREIRA, G. V. N.; KROKA, Q. Z. Utilização de extratos vegetais em proteção de plantas. Enciclopédia Biosfera, v. 9, n. 17, p. 2562-2576, 2013.
SCHWAN-ESTRADA, K. R. F.; STANGARLIN, J. R.; CRUZ, M. E. S. Uso de plantas medicinais no controle de doenças de plantas. Fitopatologia Brasileira, v. 28, supl., p. 554-556, 2003.
Publicado
2019-01-03
Seção
IX Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente – SNCMA