A SOCIOLOGIA AMBIENTAL E SEU ESPAÇO POLÍTICO-EPISTEMOLÓGICO NA PESQUISA MULTIDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS NO BRASIL

  • Gabriel Bandeira Coelho
Palavras-chave: Sociologia, Interdisciplinaridade, Ciências Ambientais, Discurso

Resumo

Que espaço a Sociologia Ambiental consegue preencher nas pesquisas interdisciplinares sobre ambiente na pós-graduação brasileira? Mediante a esta questão, o presente trabalho busca identificar e discutir, ante à tríade Ciências Ambientais, Interdisciplinaridade e Sociologia (Ambiental), como esta última tem se articulado e se inserido nas pesquisas sobre Meio Ambiente nos Programas de Pós-Graduação Multidisciplinares em Ciências Ambientais de excelência (com nota 7) no Brasil. Nesse sentido, considera-se relevante observar as significativas disputas e tensões que emergem da interação das diversas disciplinas que constituem os Programas de Pós-graduação Multidisciplinares em Ciências Ambientais (PPGMCA), especialmente para relação da Sociologia, como prática de pesquisa e representada por sociólogos, com as demais disciplinas presentes ali. Opta-se pela Sociologia e não pelas Ciências Sociais, de forma mais ampla, posto que se considera aquela como uma disciplina que se autonomizou ao longo de sua história e por isso possui suas singularidades históricas e institucionais que não são as mesmas, tais quais, a Ciência Política, a Antropologia, a Economia, entre outras disciplinas das ciências sociais e humanas. Neste trabalho será possível visualizar alguns indicadores que estão sendo construídos para mostrar o “lugar” que a Sociologia tem ocupado nos Programas de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. Para tanto, utiliza-se como recorte empírico – dado o universo de 123 Programas em Ciências Ambientais brasileiros – os seguintes Programas: Desenvolvimento Sustentável, da Universidade de Brasília (UnB), Ciência Ambiental e Ecologia Aplicada da Universidade de São Paulo (USP).

Referências

CUIN, C. H; GRESLE, F. História da sociologia - Depois de 1918. Petrópolis: Vozes, 2017.

LACLAU, E; MOUFFE, C. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

MARANHÃO, T. Produção de conhecimento na sociologia. Brasília, Editora Universidade de Brasília, 2014.

MOUFFE, C. Sobre o político. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

RODRIGUES, L. P.; NEVES, F.; DOS ANJOS, J. C. A contribuição da Sociologia à compreensão de uma epistemologia complexa da ciência contemporânea. Sociologias, Porto Alegre, v. 18, n. 41, p. 24-53, jan/abr 2016.

RODRIGUES, L. P.; NEVES, F.; DOS ANJOS, J. C. Coadjuvante a protagonista? A reflexão epistemológica das Ciências Sociais para Século XXI. Sociologias, Porto Alegre, v. 18, n. 41, p. 14-23, jan/abr 2016a.
Publicado
2018-12-20
Seção
IX Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente – SNCMA