USO DE INDICADORES QUÍMICOS DO SOLO PARA A ESTIMATIVA DA QUALIDADE DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS ALMAS NA MICRORREGIÃO CERES – GO.

  • João Asmar Júnior
  • Maria Goncalves da Silva Barbalho
Palavras-chave: Indicadores de qualidade do solo, Vale do São Patrício, uso e ocupação do solo.

Resumo

A microrregião de Ceres é uma das principais regiões econômicas do Estado de Goiás e foi a primeira região do estado a receber incentivo do governo federal para o desenvolvimento. No Cerrado, a conversão das matas nativas em agroecossistemas tem se caracterizado pela degradação da qualidade do solo. Neste sentido, este estudo teve o objetivo de avaliar a dinâmica e evolução dos indicadores da qualidade química do solo. Foram avaliadas duas áreas em uma mesma microbacia hidrográfica, onde foram coletadas amostras de solo nos horizontes superficiais em pontos distintos. Os resultados foram submetidos à análise de variância pelo Teste F e, as médias, foram comparadas pelo teste de Tukey. Como análises complementares foram realizadas análises multivariadas pelo método de agrupamento de Ward. A medida de similaridade utilizada foi à distância euclidiana.

Referências

1. AMARAL, A. S. Mecanismos de correção da acidez do solo no sistema plantio direto com aplicação de calcário na superfície. 2002. 107f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.
2. CAIRES, E. F.; et al. Produção de milho, trigo e soja em função das alterações das características químicas do solo pela aplicação de calcário e gesso na superfície, em sistema de plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 23, p. 315-327, 1999.
3. CAIRES, E. F.; et al. Produção de milho, trigo e soja em função das alterações das características químicas do solo pela aplicação de calcário e gesso na superfície, em sistema de plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 23, p. 315-327, 1999.
4. CAMPOS, Mari Lucia et al. Determinação de cádmio, cobre, cromo, níquel, chumbo e zinco em fosfatos de rocha. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 40, n. 4, p. 361-367, 2005.
5. CANAL, I. N.; MIELNICZUK, J. Parâmetros de absorção de potássio em milho (Zea mays L.), afetados pela interação alumínio-cálcio. Ciência e Cultura, v. 35, p. 336-340, 1983.
6. COELHO, George Leonardo Seabra. Marching to the West: between theory and practice. 2010. 176 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2010.
7. COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO – RS/SC. Manual de adubação e calagem para os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 10. ed. Porto Alegre, 2004. 400p.
8. DECHEN, A.R.; HAAG, H.P.; CARMELLO, Q.A.C. Avaliação do estado nutricional da planta e disponibilidade no solo. Diagnose visual. In: Simpósio sobre micronutrientes na agricultura. Piracicaba. Anais... Associação Brasileira para Pesquisa do Potássio e Fosfato, 1991. p. 271-288.
9. EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos (Rio de Janeiro, RJ). Manual de métodos de análises de solos. 19.ed. Rio de Janeiro, 2017.
10. FAGERIA, N.K.; BALIGAR, V.C.; CLARK, R.B. Micronutrients in crop protection. Advances in Agronomy, v.77, p.185-268, 2002.
11. FAISSOL, Speridião. O “Mato Grosso de Goiás”. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Conselho Nacional de Geografia, 1952.
12. FERREIRA, Mozart Martins. Caracterização física do solo. In: Física do solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. 1 ed. Viçosa, MG, 2010.
13. FOY, C. D.; FLEMING, A. L. The physiology of plant tolerance to excess available aluminum and manganese in acid soil. In: Crop tolerance to suboptimal land conditions. ASSA/CSSA/SSSA, 1978. p. 301-343 (Special publications, 32).
14. GONZALEZ-ERICO, E.; et al. Effect of depth of lime incorporation on the growth of corn on an Oxisol of Central Brazil. Soil Science Society of America Journal, v. 43, p. 1155-1158, 1979.
15. HAMMER, Oyvind; HARPER, David A.T.; RYAN, Paul D. Palaeontological statistics software package for education and data analysis. Palaeontologia Electronica, v.4, issue 1, art. 4, 2001.
16. HAYNES, R. J.; MOKOLOBATE, M. S. Amelioration of Al toxicity and P deficiency in acid soils by additions of organic residues: a critical review of the phenomenon and the mechanisms involved. Nutrient cycling in agroecosystems, v. 59, p. 47-63, 2001.
17. KAMINSKI, J.; et al. Eficiência da calagem superficial e incorporada precedendo o sistema plantio direto em um Argissolo sob pastagem natural. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, p. 573-580, 2005.
18. KANG, B. T.; YUNUSA, M. Effect of tillage methods and phosphorus fertilization on maize in the humid tropics. Agronomy Journal, v. 69, p. 291-294, 1977.
19. MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo, Ed. Agr. Ceres, 2006, 638 p.
Publicado
2019-01-25
Seção
IX Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente – SNCMA