Fatores de risco associados ao PapilomavírusHumano (HPV) e o desenvolvimento de lesões carcinogênicas no colo do útero: uma breve revisão

  • Laura Rohlfs Taquary
  • Maria Luisa Borges Acioli
  • Melissa Martins Gontijo Aires
  • Pedro Humberto Rassi de Mendonça
  • Raul de Souza Bites Barbosa
  • Léa Resende Moura Moura
Palavras-chave: Papillomaviridae. Colo de útero. Fatores de risco. Tabagismo.

Resumo

A infecção persistente pelos tipos oncogênicos do papilomavírus humano (HPV) é um fator causal para o desenvolvimento do câncer do colo uterino e de suas lesões precursoras, sendo os tipos 16 e 18 os principais associados ao carcinoma. Entre os fatores de risco que o desencadeiam se encontram sexarca precoce, tabagismo, gravidez, uso de contraceptivos orais bem como a faixa etária em que o indivíduo se encontra. O objetivo foi relacionar os fatores de risco associados ao papilomavírus humano e discorrer sobre o desenvolvimento de lesões carcinogênicas no colo do útero, além de analisar o conhecimento da população acerca desta temática. A metodologia utilizada foi a pesquisa no banco de dados da SciELO, utilizando os seguintes descritores da Bireme: Papillomaviridae, colo de útero, fatores de risco e tabagismo. Foram selecionados cinco artigos que apresentaram maior rigor científico e que discorreram sobre esse tema. Foi observado que no grupo de risco para infecção do vírus do HPV encontraram-se mulheres entre 19-24 anos, gestantes, tabagistas, usuárias de contraceptivo oral e que não possuíam conhecimento a respeito dessa enfermidade. Concluiu-se que o HPV é um grande problema na assistência à saúde e que os grupos mais vulneráveis devem ser priorizados nas ações de prevenção. Ademais devem ser realizadas campanhas de conscientização da população acerca dos sintomas, prevenções e formas de transmissão do Papilomavírus Humano.

Referências

ABREU, M. N. S. et al. Conhecimento e percepção sobre o HPV na população com mais de 18 anos da cidade de Ipatinga, MG, Brasil. Ciência e Saúde Coletiva, Belo Horizonte, p. 849- 860, Março 2018.
AYRES, A. R. G. et al. Infecção por HPV em mulheres atendidas pela Estratégia Saúde da Família. Revista de Saúde Pública, Rio de Janeiro, p. 561-92, Janeiro 2017.
BORGES, B. E. S. et al. Infecção por papilomavírus humano e lesões precursoras do câncer cervicouterino em Ribeirinhas da Amazônia: avaliação com relação com marcadores de estresse oxidativo. Einstein, Sâo Paulo, p. 1-7, Fevereiro 2018. ISSN 1679-4508.
FERREIRA, C. et al. Cancro do Colo do útero: o que sabem as jovens? Revista Portuguesa de medicina geral e familiar, Oeiras, p. 226-234, 2013.
FERREIRA, H.; LALA, E. R. P.; MANSOUR, F. R. Frequência de Papilomavirus humano (HPV) em gestantes. Perspectivas Online: Biológicas & Saúde, Campos de Goyacazes, v. 7, p. 44-53, Novembro 2017. ISSN 2236-8868 (Online).
PELIZZER, T. et al. Prevalência de câncer colorretal associado ao papilomavírus humano: uma revisão sistemática com metanálise. Revista Brasileira de Epidemiologia, p. 791-802, Outubro 2016.
ROTELI-MARTINS, C. M. et al. Associação entre idade ao início da atividade sexual e subsequente infecção por papilomavírus humano: resultados de um programa de rastreamento brasileiro. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, São Paulo, p. 580-587, Novembro 2007.
Publicado
2018-12-27
Seção
XV Mostra de Saúde - 10 anos do Curso de Medicina