ANÁLISE DA PROFILAXIA PRÉ-EXPOSIÇÃO PARA HIV

  • Julia Sousa Rocha
  • Julia Sousa Rocha
  • Maria Eduarda Port
  • Maria Eduarda Port
  • Mariana Evaristo Leite
  • Naiza Murielly Pereira Borges
  • Yago José Fagundes De Freitas
  • Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes
Palavras-chave: PrEP. HIV. Prevenção. Antiretrovirais.

Resumo

O vírus da imunodeficiência humana (HIV) é o causador da Síndrome da Imunodeficiência adquirida (AIDS). Esses termos não são sinônimos e, destarte, há muitos pacientes infectados pelo vírus que vivem anos sem apresentar sintomas ou desenvolver a doença, mas podem transmitir o vírus a outras pessoas, principalmente pelas relações sexuais desprotegidas. Assim, o uso de uma medicação profilática, principalmente para grupos de maior risco, é fundamental. O Brasil é referência no tratamento para HIV, pois foi o primeiro país da América Latina a oferecer tratamento antirretroviral gratuito para portadores do vírus, e participou da Iniciativa de Profilaxia Pré-Exposição (iPrEx), estudo que provou a eficácia da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) que envolveu diversos outros países do mundo. Inclui-se aos estudos a utilização de medicação para prevenção de infecções, distribuída pelo sistema público, que ainda é pouco conhecida pela população.  Diante disso, o estudo tem por objetivo apresentar qual é a demanda populacional, os grupos de risco e os medicamentos mais utilizados na PrEP. Trata-se de um resumo expandido, a partir de 5 artigos selecionados nas bases de dados PubMed e Science Direct, utilizando os descritores: pre-exposure prophylaxis (PrEP); HIV; prevention; antiretrovirals, com seleção de artigos publicados entre 2015 e 2018. Concluiu-se que o uso da PrEP apresentou média adesão e motivos de desistência, principalmente entre os grupos de risco. Por fim, entre aqueles que fizeram uso dos antirretrovirais, fez-se uma relação entre a quantidade de infectados pelo HIV e por doenças sexualmente transmissíveis, e apesar da associação numérica, não há vínculo comprovado. 

Referências

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria em vigilância em saúde. Departamento em vigilância.Prevenção e controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) de Risco à Infecção pelo HIV. Brasília: Ministério da Saúde, 2018.
HOAGLAND, B., et al. Awareness and Willingness to Use Pre-exposure Prophylaxis (PrEP) Among Men Who Have Sex with Men and Transgender Women in Brazil. AIDS and behavior, v. 21, n. 5, p. 1278-1287, 2017.
HOAGLAND, B., et al. High pre-exposure prophylaxis uptake and early adherence among men who have sex with men and transgender women at risk for HIV Infection: The PrEPBrasil demonstration project. Journal of the International AIDS Society, v. 20, n. 1, 2017.
KUMAR, Vinay; ABBAS, Abbas; ASTER, Jon C. Robbins &CotranPatologia-Bases
Patológicas das Doenças. 9ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier Brasil, 2018.
LIU, A.Y., et al. HIV Pre-Exposure Prophylaxis Integrated with Municipal and Community Based Sexual Health Services. JAMA Internal Medicine, v. 176, n. 1, p. 75-84, 2016.
LUZ, P.M., et al. PrEP adopted by the brazilian national health system. Medicine, v. 97, n. 1S (Suppl 1), p. S75-S77, 2018.
Ministério da Saúde: Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/prep-esta-disponivel-em-36servicos-do-sus-partir-deste-mes. Acesso em: 01/11/2018.
Ministério da Saúde: Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Disponívelem:http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/prevencaocombinada/profilaxia-pre-exposicao-prep. Acessoem: 20/10/2018.
NGUYEN, V.K., et al. Incidence of sexually transmitted infections before and after preexposure prophylaxis for HIV. AIDS, v. 32, n. 4, p. 523-530, 2018.
RAVASI, G., et al. Towards a fair consideration of PrEP as part of combination HIV prevention in Latin America. Journal of the International AIDS Society, v. 19, n. 7, (Suppl 6), p. 21113, 2016.
Publicado
2018-12-28
Seção
XV Mostra de Saúde - 10 anos do Curso de Medicina