O ESTÁGIO CURRICULAR II E O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA: UM RELATO SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL

  • Gabriella Tocchio Dos Santos
  • Simone de Paula Rodrigues Moura

Resumo

O presente trabalho é um relato das atividades desenvolvidas no Programa de Residência Pedagógica, integrado ao Estágio Supervisionado Curricular II obrigatório no curso de Pedagogia do Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA e tem como objetivo, dinamizar o processo formativo em relação teoria-prática tendo como norteador a Nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  O estágio foi realizado na Escola Municipal Professora Nadyr Souza de Oliveira localizada na cidade de Anápolis. Com a carga horária de 35 horas para atividades de observação nas turmas de 1º ao 5º ano, análise da realidade do espaço educativo, conhecimento dos espaços, materiais pedagógicos utilizados na prática pedagógica, coleta de dados sobre a proposta curricular, análise do projeto político pedagógico da escola e 45 horas destinadas a encontros presenciais com o professor orientador no ISE para estudo e discussão de artigos vinculados à prática observada, perfazendo 80 horas. O estágio é uma atividade desenvolvida pelos acadêmicos com o objetivo de complementar a aprendizagem através da vivência no mundo do trabalho dos conteúdos obtidos em sala de aula. O estágio prepara para um trabalho docente coletivo, uma vez que o ensino não é um assunto individual do professor, pois a tarefa escolar é resultado das ações coletivas dos professores e das práticas institucionais, situadas em contextos sociais, históricos e culturais. Pode-se, ainda, pensar o estágio em propostas que concebem o percurso formativo, alternando os momentos de formação dos estudantes na universidade e no campo de estágio. Essas propostas consideram que teoria e prática estão presentes tanto na universidade quanto nas instituições-campo. O desafio é proceder ao intercâmbio, durante o processo formativo, do que se teoriza e do que se pratica em ambas. Esse movimento pode ser melhor realizado em uma estrutura curricular que supõe momentos para reflexão e análise das práticas institucionais e das ações dos professores, à luz dos fundamentos teóricos das disciplinas e das experiências de seus profissionais. A metodologia utilizada para realização deste trabalho foi a pesquisa por meio da observação de campo e a utilização de entrevistas com a diretora e coordenadora pedagógica da Escola, e questionários direcionados aos funcionários. Ao término do estágio exigido pela disciplina Estágio Curricular Supervisionado de Educação Fundamental, ficou a certeza da importância de conhecer a realidade de uma instituição. A interação com profissionais foi enriquecedora. Segundo Freire (1996, p. 39) “Por isso é que, na formação permanente dos professores, o momento fundamental é o da reflexão crítica sobre a prática. É pensando criticamente a prática de hoje ou de ontem que se pode melhorar a próxima prática”. O estágio proporcionou uma experiência de aprendizado profissional da área de educação e complementa a formação acadêmica.  Enfim, a realização do estágio se torna um momento decisivo para a formação do profissional de educação, pois o acadêmico em hipótese alguma, poderá ocupar um espaço educacional, sem conhecer de perto a realidade escolar, e os problemas que os cerca no contexto atual.

Publicado
2019-01-03
Seção
V Mostra Científica do Curso Pedagogia