EXTENSÕES RÁPIDAS DO JOELHO PARA AUMENTAR A ATIVIDADE MUSCULAR DE QUADRICEPS EM PACIENTES COM ARTROPLASTIA TOTAL DO JOELHO: UM ESTUDO CRUZADO RANDOMIZADO

  • Maria Luiza dos Santos Alencar
  • Daniella Alves Vento
  • Wesley dos Santos Costa

Resumo

Objetivo: Examinar pacientes com artroplastia total do joelho poderiam realizar rápidas extensões de joelho entre quatro a oito semanas após a cirurgia. Pontos Fundamentais: Os autores apresentam uma comparação entre extensões rápidas de joelho e lentas na recuperação de pacientes que fizeram uma artroplastia total do joelho, levando em conta que a inibição do músculo quadríceps e diminuição da força de extensão do joelho é comum logo após a cirurgia, assim avaliando como as extensões rápidas beneficiavam os pacientes. Foram analisados 24 pacientes, com idade média de 66,5 anos, com 4-8 semanas pós artroplastia total do joelho, além disso observou-se a altura dos pacientes, massa corporal e usou para análise da dor Escala Visual Analógica (EVA). O estudo foi randomizado usando envelopes ocultos para alocar os pacientes para a ordem de velocidade de extensão do joelho. Não foi possível cegar os pacientes ou os pesquisadores para a velocidade do teste, mas o analista de dados ficou cego. Além disso, os pacientes foram cegados quanto à hipótese do estudo. Por fim como resultado as extensões rápidas do joelho aumentaram mais a atividade do músculo vasto lateral do que as extensões lentas, mas a mesma resposta não foi observada no músculo vasto medial.  Avaliação Crítica: O artigo avaliado demonstra uma maneira viável para a reabilitação de pacientes que passaram pela artroplastia total de joelho, o resultado da pesquisa vem a nos dizer que, os pacientes conseguiram mais que dobrar sua velocidade de extensão de joelho durante as rápidas extensões de joelho em comparação com a lentidão ,aumentando assim significativamente a atividade muscular no músculo vasto lateral, muitas atividades diárias, onde é necessária uma reação rápida. Porém um problema encontrado no estudo foi a análise a curto prazo ou seja, o efeito rápido da velocidade de extensão do joelho na atividade muscular do quadríceps, não sendo possível dizer os efeitos como dor ou funcionamento da técnica posteriormente em um período de tempo maior que 8 semanas de pós operatório .Por fim os autores também não souberam explicar um dos resultados encontrados, onde entre os músculos vasto lateral e vasto medial não tiveram a mesma performance, no vasto lateral ouve um aumento da atividade muscular significativamente maior do que no vasto medial tendo  um impacto clínico relevante,  que precisa ser investigado mais adiante.

Publicado
2019-01-02
Seção
XV Mostra Acadêmica do Curso Fisioterapia