OS RECURSOS TECNOLÓGICOS TÊM RELEVANTE INFLUÊNCIA SOBRE A ATUAÇÃO DO NASF? UM RELATO DE CASO

  • Gabriela Oliveira de Resende
  • Gracielle Tais Silva
  • Isabella Cristina do Couto
  • Isabella Souza Nunes
  • João Vitor Rossi
  • Letícia Silvestre Angelim
  • Cecília Magnabosco Melo
  • Lila Louise Moreira Martins Franco
  • Kelly Cristina Borges Tacon
Palavras-chave: Atenção à saúde. Núcleo ampliado de apoio a família. Recursos tecnológicos. Fisioterapia. Estudo de caso.

Resumo

Introdução: O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) surgiu com o objetivo de melhorar e qualificar as ações da atenção primaria em saúde, visando atender os diferentes grupos de pessoas com efetividade, qualidade e de maneira individual ou coletiva. Para tanto, o objetivo do presente estudo foi de investigar se recursos tecnológicos tem relevante influência sobre a atuação do NASF.  Métodos:  O relato foi uma análise transversal através de uma visita a equipe do NASF da Unidade Básica de Saúde do bairro Vila Formosa na cidade e Anápolis-GO, no mês de novembro de 2018. Para construção do estudo foi realizada uma entrevista com estes profissionais, onde foram elencadas as principais ferramentas utilizadas por eles para realização dos atendimentos, bem como a possibilidade de uso de inovações tecnologias que propiciem uma melhor resolubilidade em casos mais graves que necessitam de um acompanhamento contínuo.  Descrição do caso: Foram selecionados nove artigos científicos para o referencial teórico na qual foi obtido informações de grande relevância para o estudo de caso, uma vez que foram utilizados embasamentos teóricos para se observar o a atuação do NASF nas unidades de saúde. Com isso, foi realizada a junção do princípio teórico-prático, em observação ao funcionamento da equipe do NASF, foi de grande importância para aperfeiçoar os fundamentos adquiridos em sala de aula. Conclusão: Observou-se que o avanço tecnológico não é de fundamental importância para o andamento do NASF, uma vez que os profissionais trabalham de acordo com seu conhecimento técnico-pratico, e também a luz das ferramentas tecnológicas (apoio matricial, clínica ampliada, projeto terapêutico singular, projeto de saúde no território e pactuação de apoio. No entanto, é imprescindível à utilização de computadores para realizar os registros das atividades diárias que são enviadas para o Ministério da Saúde via internet.

Referências

ANJOS, Karla Ferraz dos et al. Perspectivas e desafios do núcleo de apoio à saúde da família quanto às práticas em saúde. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 37, n. 99, p.672-680, out. 2013.

ANDRADE, Lucas Melo Biondi de et al. Análise da implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família no interior de Santa Catarina. Saúde &Transformação Social, Florianópolis, v. 3, n. 1, p.18-31, dez. 2012.

BARROS, Juliana de Oliveira et al. Estratégia do apoio matricial: a experiência de duas equipes do Núcleo de apoio à saúde da família (Nasf) da cidade de são Paulo, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, São Paulo, v. 9, n. 20, p.2847-2856, set. 2015.

BRASIL, Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Secretaria de Atenção à Saúde. Saúde mais perto de você: a renovação na saúde. Revista Brasileira Saúde da Família, n. 30, ano 12, 2011.

GAMA, R. A Tecnologia e o Trabalho na História. São Paulo: Nobel Edusp (Livraria Nobel S.A. e Edusp). 1987.

SOUZA, Thaís Titon; CALVO, Maria Cristina Marino. Resultados esperados dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família: revisão de literatura. Saúde e Sociedade, [s.l.], v. 25, n. 4, p.976-987, dez. 2016.

SOUZA, Márcio Costa de et al. Fisioterapia e Núcleo de Apoio à Saúde da Família: conhecimento, ferramentas e desafios. O Mundo da Saúde, São Paulo, v. 2, n. 37, p.176-184, nov. 2013.
Publicado
2019-01-09
Seção
XV Mostra Acadêmica do Curso Fisioterapia