INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM CAPSULITE ADESIVA: UM RELATO DE CASO

  • Gabrielle Silva Santos
  • Juliana Silva Nascimento
  • Kassyelly Panassollo
  • Mayra Beatriz Lobo Sanches
  • Luís Sérgio Vinícius Ogawa
  • Wesley dos Santos Costa
  • Rúbia Mariano Silva
  • Kelly Cristina Borges Tacon
Palavras-chave: Fisioterapia. Capsulite adesiva. Reabilitação. relato de caso.

Resumo

Introdução: A capsulite adesiva é uma doença que limita os movimentos e gera dor, que dura vários meses até mesmo anos, acomete de 3% a 5% da população em geral, mais frequentemente a partir de 55 anos, sendo rara antes do 40, mulheres são mais acometidas pela doença. São dois sintomas principais sendo eles dor e incapacidade funcional. Para tanto o objetivo do presente estudo foi relatar o caso de um paciente diagnosticado com capsulite adesiva bilateral atendido pelo serviço de fisioterapia de uma clínica escola em Anápolis-GO, bem como identificar inovações tecnológicas e terapias complementares baseadas em evidencia cientifica na área.  Métodos: O relato foi feito com analise transversal na área de Fisioterapia Ortopédica, de paciente não identificado, durante 13 atendimentos realizados pelo serviço de fisioterapia de um a Clínica Escola na cidade de Anápolis no período de setembro a novembro de 2018. Para coleta de dados foi utilizado dados do prontuário do paciente contendo anamnese, exame físico objetivo e plano de tratamento, bem como evolução diária do mesmo. Descrição de caso: Paciente sexo feminino, branca, solteira, foi acidentada queixa-se de “fortes dores no ombro” SIC, que evoluíram para dificuldade de movimentar ombro, sendo então diagnosticada com capsulite adesiva bilateral e encaminhada a fisioterapia. Até o momento não foram evidenciados melhora da dor ou da funcionalidade. Conclusão: Faz se necessário novas pesquisas especificamente sobre capsulite adesiva. Dentre os artigos investigados, observou-se apenas prevalência de tratamentos para dor no ombro em geral.

Referências

Ciccone CC, Oliveira MAD, Hildebrand AS. Revisão bibliográfica da anatomia de ombro e da Capsulite adesiva para futura abordagem na terapia manual de Maitland. SARE. V.1, n.1, p.285, 2007.

PETRINI, Ana Claudia; FERREIRA, Nielly Cristiny Fernandes; OLIVEIRA, Luana Gomes de. Intervenção fisioterapêutica por meio da movimentação passiva contínua no tratamento da capsulite adesiva do ombro. Revista Científica FAEMA, v. 7, n. 1, p. 53-65, 2016.

SILVA, Ezequias Castro da; MEIJA, Dayana Priscila Maia. O Conceito Maitland associado a cinesioterapia como método de tratamento da síndrome do impacto do ombro. Pós-graduação em Ortopedia e Traumatologia com Ênfase em Terapias Manuais. Faculdade Ávila; 2012. [acesso 2018 Nov 11].

YENG, L.; TEIXEIRA, M.; ROMANO, M.; GREVE, M. J.; KAZIYAMA, H. Avaliação funcional do doente com dor crônica. Revista de Medicina, v. 80, n. spe2, p. 443-473, 20 dez. 2001.
Publicado
2019-01-09
Seção
XV Mostra Acadêmica do Curso Fisioterapia