O PARTO HUMANIZADO SOB PERSPECTIVAS DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL HOSPITALAR E DA FAMÍLIA

  • Ana Caroline Resende dos Santos
  • Lydice Marise César Gomes
  • Valesca Naciff Arias
  • Vinicius Dias de Oliveira
  • Vitor Miguel Rassi
  • Wanessa Lemos Araújo
  • Claudinei Sousa de Lima
Palavras-chave: Parto humanizado. Gestante. Equipe multiprofissional. Acompanhante.

Resumo

A humanização do parto é uma tendência, frente à necessidade de valorizar a parturiente e o seu filho, fortalecendo assim, os vínculos familiares. Este estudo teve por objetivo abordar o parto humanizado nas perspectivas da equipe multiprofissional e da família, tratando-se de uma revisão integrativa da literatura, perfazendo 20 artigos. Para o desenvolvimento do mesmo, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, onde se utilizou livros, ambasamento em leis, revistas científicas, artigos em meio eletrônico e outros bancos de dados. As bases de dados utilizadas foram o Periódico CAPES e SciELO e foram preconizados artigos entre 2004 e 2018. Os descritores das ciências da saúde (DeCS) foram “parto” e “humanizado” e seus correspondentes em inglês. A análise reflexiva presente no texto evidencia o parto humanizado como instrumento fundamental para fortalecer os princípios que valorizam os direitos das mulheres e da introdução de um olhar mais humanitário no processo do parto. Diante disso, a equipe multiprofissional deve priorizar o bem-estar da paciente e de seus acompanhantes, prestando a devida assistência e informação desde o pré-natal para que o ambiente e as práticas se tornem familiarizadas aos “clientes” do serviço de saúde.

Referências

BRUGGEMANN, O.M.; OSIS, M.J.D.; PARPINELLI, M.A. Apoio no nascimento: percepções e profissionais e acompanhantes escolhidos pela mulher. Rev. Saúde pública, v.41, n.1, p.44-52, 2007.

CAMACHO, K. G.; PROGIANTI, J. M. A transformação da prática obstétrica das enfermeiras na assistência ao parto humanizado, Rev. Eletr. Enf., v.15, n. 3, p.648-55, 2013.
CARRARO, T. E.; et al. Cuidado e conforto durante o trabalho de parto e parto: na busca pela opinião das mulheres. Rev. Texto & Contexto Enferm, v. 15, n. spe, p. 97-104, 2006.

CRIZÓSTOMO, C.D.; NERY, I.S.; LUZ, M.H.B. A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar. Rev. Esc. Anna Nery, v.11, n.1, p.98-104, 2007.

DIAS, M.A.B; DOMINGUES, RMSM. Desafios na implantação de uma política de humanização da assistência hospitalar ao parto. Ciência & Saúde Coletiva, v.10, n. 3, p.699-705, 2005.

DINIZ, C.S.G. Humanização da assistência ao parto no Brasil: os muitos sentidos de um movimento. Ciência & Saúde Coletiva, v.10, n.3, p.627-637, 2005.


DOUDOU, H.D.; et al. A contribuição do acompanhante para a humanização do parto e nascimento: percepções e puérperas. Rev. Esc. Anna Nery, v.18, n.2, p.262-269, 2014.

GRIBOSKI, R.A.; GUILHEM, D. Mulheres e profissionais de saúde: o imaginário cultural na humanização ao parto e nascimento. Rev. Texto & Contexto Enferm, v.15, n.1, p.107-14, 2006.

JÚNIOR, A.R.F.; BARROS, N.F. A humanização do parto no cenário de disputas da obstetrícia. Physis: Rev. de Saúde Coletiva, v.22, n.4, p. 1591-93, 2012.

LONGO, C.S.M.; ANDRAUS, L.M.S.; BARBOSA, M.A. Participação do acompanhante na humanização do parto e sua relação com a equipe de saúde. Rev. Eletr. Enf., v.12, n.2, p.38691, 2010.

MARTINS, C.A.; et al. CASAS DE PARTO: sua importância na humanização da assistência ao parto e nascimento. Rev. Eletr. Enf., v.7, n.3, p.360-65, 2005.

MEDEIROS, R.M.K.; et al. Cuidados humanizados: a inserção de enfermeiras obstétricas em um hospital de ensino. Rev Bras. Enferm., v.69, n.6, p. 1091-98, 2016.

NAKANO, A.M.S.; et al. O suporte durante o processo de parturição: a visão do acompanhante. Acta Paul Enferm., v.20, n.2, p.131-7, 2007.

OLIVEIRA, A.S.S.; et al. O acompanhante o momento o trabalho de parto e parto: percepção de puérperas. Cogitare Enferm., v. 16, n. 2, p.247-53, 2011.

OLIVEIRA, V. J.; PENNA, C. M. M. O discurso da violência obstétrica na voz das mulheres e dos profissionais de saúde. Rev. Texto & Contexto Enferm., v. 26, n.2, p. 1-10, 2017.

PERDOMINI, F.R.I.; BONILHA, A.L.L. A participação do pai como acompanhante da mulher no parto. Rev. Texto & Contexto Enferm, v. 20, n. 3, p. 445-452, 2011.

PORFÍRIO, A. B.; PROGIANTI, J. M.; SOUZA, D. O. M. As práticas humanizadas desenvolvidas por enfermeiras obstétricas na assistência ao parto hospitalar. Rev. Eletr de Enferm, v. 12, n.2, p. 331-6, 2010.

REBELLO, M.T.M; NETO, J.F.R. A humanização da Assistência ao Parto na Percepção de Estudantes de Medicina. Rev. Brasileira de Educação Médica, v.36, n.2, p. 188-97, 2012.

REIS, A.E.; PATRICIO, Z. M. Aplicação das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde para o parto humanizado em um hospital de Santa Catarina. Ciênc. Saúde coletiva. Rio de Janeiro, v. 10, supl. p. 221-230, 2005.

SOUZA, T.G.; GAÍVA, M.A.M.; MODES, P.S.S.A. A humanização do nascimento: percepção dos profissionais de saúde que atuam na atenção ao parto. Rev Gaúcha Enferm., v.32, n.3, p.479-86, 2011.
SERRUYA, S.; LAGO, T. D. G.; CECATTI, J. G. O programa de humanização no pré-natal e nascimento do Ministério da Saúde no Brasil: resultados iniciais. Caderno de Saúde Pública, v.20, n.5, p.1281-89, 2004.

SILVA, E.A.T. Gestação e preparo para o parto: programas de intervenção. O Mundo da Saúde, v.37, n.2, p.208-215, 2013.
TEIXEIRENSE, M. M. S., SANTOS, S. L. S. Da expectativa à experiência: humanização do parto no Sistema Único de Saúde. Interface: comunicação, saúde e educação, v.22, n. 65, 2018.

TORNQUIST, C. S. Paradoxos da humanização em uma maternidade no Brasil. Revista Caderno Saúde Pública, v. 19, supl.2, p. 419-427, 2014.

VARGENS, O. M. C.; SILVA, A. C. V.; PROGIANTI, J. M. Contribuição de enfermeiras obstétricas para consolidação do parto humanizado em maternidades no Rio de Janeiro-Brasil. Rev. Esc. Anna Nery, v.21, n.1, 2017.

VERSIANI, C.C.; et al. Significado de parto humanizado para gestantes. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, v.7, n.1, p.1927-1935, 2015.
Publicado
2018-12-28
Seção
XV Mostra de Saúde - 10 anos do Curso de Medicina