AVALIAÇÃO DA MARCHA E EQUILÍBRIO POR MEIO DE SENSORES INERCIAIS PRÉ E PÓS BLOQUEIO NEUROMUSCULAR EM CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL ESPÁSTICA

  • Aluízio Rolim Alves Ferreira Filho
  • Gabriel Gonçalves Rezende Oliveira
  • José Elias Rodrigues Souza Scaff
  • Luiz Guilherme Roriz de Amorim Marques
  • Luiz Otávio Vilela Rebouças
  • Claudia Santos de Oliveira
Palavras-chave: cerebral. Toxina botulínica tipo A. Bloqueio neuromuscular. Sensor inercial.

Resumo

A Paralisia Cerebral (PC), atualmente, é interpretada como o conjunto de distúrbios do desenvolvimento de movimentos e posturas, havendo limitação da atividade motora, atribuída ao desenvolvimento inadequado do cérebro fetal ou infantil, acarretando deficiências físicas crônicas, bem como deficiências que limitam o paciente em relação às atividades da vida diária. Para tanto, a toxina botulínica do tipo A (TBA) é um dos tratamentos que estão sendo mais estudados, além de estar produzindo resultados satisfatórios e seguros para a espasticidade e outros agravos decorrentes da PC. O presente projeto visa verificar quais são efeitos do bloqueio neuromuscular com toxina botulínica na marcha e no equilíbrio de crianças com paralisia cerebral espástica. A amostra populacional será definida após realizado um estudo piloto, com a mesma metodologia do estudo proposto, fará parte deste projeto crianças com paralisia cerebral com idade cognitiva de 6 à 14 classificadas entre os níveis I, II e III pelo Sistema de Classificação da Função Motora Grossa – GMFCS. A aplicação da TBA será realizada por uma médica especializada do centro de reabilitação da APAE, sendo utilizada a escala de Ashworth para a determinação dos músculos a serem submetidos ao bloqueio neuromuscular. As avaliações serão em 4 momentos distintos (pré-bloqueio, 72, 1 mês e 4 meses após a aplicação da toxina). As avaliações serão constituídas de análise quantitativa da marcha (Walk Test); mobilidade funcional (TUG Test) ambos testes utilizando um sensor inercial portátil G-sensor portátil (BTS Bioengineering G-Studio®). Os resultados serão analisados estatisticamente assumindo um nível de significância de p≤0,05.

Publicado
2018-12-28
Seção
XV Mostra de Saúde - 10 anos do Curso de Medicina