ANÁLISE DO PERFIL CLÍNICO EPIDEMIOLÓGICO DA SÍFILIS GESTACIONAL EM ANÁPOLIS - GOIÁS NO PERÍODO DE 2012-2018

  • Isabela Cristina Moreira
  • Lohane Damas Moreira
  • Lorena Gomes Abadia
  • Matheus Vallim Machado
  • Ricardo Caldeira dos Santos Filho
  • Constanza Thaise Xavier Silva
Palavras-chave: Sífilis. Epidemiologia. Prevenção e controle

Resumo

A sífilis é uma doença infecciosa causada pelo Treponema pallidum, transmitida – principalmente – por via sexual e vertical. Suas manifestações mais prevalentes são através da pele, mucosas, aparelho cardiovascular e sistema nervoso central. Essa doença apresenta um amplo quadro clínico, o qual é dividido em sífilis adquirida, gestacional e congênita. O tratamento preconizado é com penicilina benzatina, com doses variáveis conforme fase da doença. As principais medidas profiláticas é a relação sexual segura com preservativo, tratamento das gestantes e parceiros e diagnóstico precoce. O objetivo do trabalho visa caracterizar o perfil clínico-epidemiológico da sífilis gestacional (SG) em Anápolis – Goiás, descritos no banco de dados do SINAN, entre os anos de 2012 a 2018. Através dessa caracterização, almeja-se descrever a faixa etária e etnias mais prevalentes na sífilis gestacional, além de verificar quando ocorreu o diagnóstico de sífilis e se houve tratamento da gestante e do parceiro. Trata-se de um estudo epidemiológico, observacional, descritivo e transversal de natureza quantitativa. Serão utilizadas Fichas de Notificação/Investigação de Sífilis Gestacional na base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) correspondentes aos casos notificados de sífilis gestacional em Anápolis – Goiás no período de 2012 a 2018. A sífilis ainda é uma doença prevalente em diferentes faixas etárias, podendo trazer riscos e malefícios para aqueles que são infectados, prejudicando não só a qualidade de vida individual, mas também de parceiros e filhos de mães sifilíticas. Dessa forma, é de fundamental importância o estudo e pesquisa dessa doença para torná-la cada vez mais entendida e combatida pelos profissionais de saúde e população em geral.

Publicado
2018-12-28
Seção
XV Mostra de Saúde - 10 anos do Curso de Medicina