O PAPEL DO ENFERMEIRO NA INVESTIGAÇÃO DOS CÂNCERES DE COLO DO ÚTERO E DE MAMA

UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

  • Angélica Lima Simões BRANDÃO
  • Amanda Ferreira ESPÍNDOLA
  • Mirla Kalyne de Almeida QUEIROZ
Palavras-chave: Detecção precoce. Cuidados de enfermagem. Papel do enfermeiro

Resumo

INTRODUÇÃO: O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve no tecido mamário, sendo o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, tornando um grave problema de saúde pública e gerando elevados índices de mortalidade. O câncer do colo do útero é uma doença evolutiva e caracterizada por displasia cervical que pode avançar para um estágio invasivo no espaço de 10 a 20 anos, inicialmente por uma lesão precursora. Estes canceres são doenças de possível diagnóstico precoce, através de exames simples que podem ser realizados através da consulta de enfermagem ou da equipe multidisciplinar. Os canceres de mama e colo do útero vêm se multiplicando a cada ano, no Brasil foram estimados respectivamente 57.960 e 16.340 novos casos para cada 100 mil mulheres (INCA, 2017). OBJETIVO: O estudo teve como objetivo investigar junto à literatura científica nacional as atribuições do enfermeiro frente aos diagnósticos dos cânceres de colo de útero e de mama. METODO: Trata-se de uma revisão bibliográfica, de artigos indexados na base de dados da BVS (biblioteca Virtual em Saúde), incluindo as bases de dados da MEDLINE (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online) e LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), e por fim, SCIELO (Scientific Eletronic Library Online) em periódicos, entre 2010 a 2017, no idioma português, contendo uma amostra de 10 artigos que foram analisados. Foram levantadas duas categorias: Ações do enfermeiro no rastreamento e cuidados de enfermagem nos cânceres de mama e colo do útero. DISCUSSÃO: A partir dos estudos dos artigos, foram detectados vários aspectos que refletem o papel do enfermeiro frente às ações de rastreamento e diagnóstico precoce dos cânceres do colo do útero e de mama. Assim como dificuldades para o desenvolvimento do seu trabalho. O enfermeiro através da consulta de enfermagem desenvolve ações e proporciona cuidados frente a orientações de promoção, prevenção, realização do exame clínico das mamas e da coleta do colpocitólogico, da imunização contra o HPV, detecção antecipadamente dos efeitos adversos do tratamento, orientação familiar, encaminhamentos de referência e contra referência à equipe multidisciplinar e a busca ativa aos pacientes que não aderem ao tratamento. CONCLUSÃO: Entendemos que o enfermeiro como integrante da equipe multidisciplinar desenvolvem ações de promoção, prevenção, detecção precoce nos cânceres de mama e do colo do útero, sendo que suas atribuições e ações são amparadas por protocolos institucionais e do MS que respaldam seu trabalho. A mulher e sua família são singulares frente ao tratamento e que o atendimento qualificado e humanizado é indispensável em toda fase do seu tratamento. Diante dos trabalhos analisados ficamos apreensivas quanto aos relatos a dificuldades enfrentadas pelos profissionais de enfermagem a realização da consulta de enfermagem, pois os autores retratam repetidamente a falta de conhecimento e/ou capacitação para a realização dos exames preventivos e de rastreamento dos cânceres, bem como a falta de acolhimento, humanização, ética, recursos, privacidade, dentre outros aspectos que dificultam a execução das Políticas Públicas. 

Referências

INCA. Controle do câncer de mama: histórico das ações. s/d. Disponível: . Acesso: 01 de junho de 2017.
Publicado
2019-01-07
Seção
II Simpósio de Produção Científica do Curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA