PREVENÇÃO DE INFECÇÃO RELACIONADA AO CATETER VENOSO CENTRAL EM PACIENTES DE UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

  • Rosana Mendes Bezerra
  • Geandro Figueiredo VIEIRA
Palavras-chave: Cateterismo venoso. Infecção da corrente sanguínea. Enfermagem.

Resumo

Introdução: Os cateteres venosos centrais são essenciais na assistência à saúde e principalmente em pacientes internados em unidades de terapia intensiva, possibilitam administração de medicamentos e/ou transfusões através da punção de um acesso de grande calibre. Contudo seus benefícios podem causar complicações, dentre elas a infecção da corrente sanguínea, levando a elevadas taxas de morbimortalidade, prolongando assim o tempo e aumento dos custos da internação. Essas infecções podem ser prevenidas por meio de intervenções realizadas no momento da inserção do cateter e durante a manipulação do mesmo. Objetivo:analisar as medidas adotadas por profissionais da saúde, para prevenção de infecção Cateter Venoso Central em Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia: Estudo de revisão integrativa da literatura, utilizando dez artigos encontrados na biblioteca virtual de saúde,entre os anos de 2013 a 2017 com os descritores: Cateterismo Venoso, Infecção da corrente sanguínea, Enfermagem. Resultados: Foram separados em quatro categorias analíticas: Cateter venoso central quanto as suas apresentações, Protocolos e Registros, Prevenção, Treinamento e Segurança do paciente. Considerações finais:A prevenção da infecção relacionado ao uso do cateter venoso central depende diretamente da assistência prestada pela equipe profissional, do uso de protocolos e de ações de educação em saúde, implantando assim medidas preventivas e de controle das infecções relacionadas ao central.

Publicado
2019-02-05
Seção
II Simpósio de Produção Científica do Curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA