INTERNAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL

UMA REVISÃO DA LITERATURA

  • Rosana Mendes Bezerra
  • Delfina Jomel Brancozinho CADENGUES
  • Mitosa Constantino da Silva Indi JEAN
Palavras-chave: Enfermagem. Enfermagem neonatal. Hospitalização. UTI neonatal.

Resumo

INTRODUÇÃO: Unidades de Terapia Intensiva (UTI) são responsáveis por acolher os pacientes em estado crítico de saúde. Assim entende-se por UTI neonatal a área dentro de uma unidade de saúde responsável por acolher e tratar bebês prematuros ou com algum problema crítico de saúde. No caso dos bebês de 0 a 28 dias prematuros para amadurecer os pulmões, ganhar peso e tratar doenças congênitas e genéticas (GAÍVA; SCOCHI, 2004). OBJETIVOS: Geral: Identificar na literatura cientifica como é descrita a internação na UTI neonatal; Específicos: Conhecer como a família se descreve a internação na UTI neonatal; Conhecer como os profissionais descrevem a hospitalização em UTI neo. METODOLOGIA: Trata-se de pesquisa de revisão da literatura. Foram utilizados meios em biblioteca online da SCIELO (Scientific Eletronic Library Online), BVS (Biblioteca virtual de saúde) e nas bases de dados LILACS (Literatura Latino-Americano e do Caribe em ciência de Saúde) e BDENF ( Base se Dados de Enfermagem) com descritores em saúde: com descritores em saúde: Enfermagem, Enfermagem neonatal, hospitalização, UTI neonatal. RESULTADOS: Surgiram duas categorias que ficaram mais evidentes: primeira, visão de família frente a hospitalização em UTI neonatal; segunda, visão de profissionais de saude frente a hospitalização em UTI neonatal. CONCLUSÃO : A internação na UTIN é vista como um lugar carregado de sentimentos de perda, tristeza angustia e desespero, ao mesmo tempo existe o sentimento de esperança de futuro melhor e na alta hospitalar e se sentem muito felizes quando são permitido e orientado a participar do cuidado do filho durante a visita, a participar nas trocas de fralda para promoção dos vínculos afetivos.Para profissionais de saúde é um lugar de muito desgaste emocional, psicológico e físico, eles ficam preocupados com o acolhimento da família de melhor maneira para promover mais tranquilidade, confiança e vinculo familiar, se preocupam com desenvolvimento do RN, com dor, febre e prevenção das infecções que pode levar neonato a óbito. Os profissionais que atuam nessa área é necessário atualização técnico, cientifico e educação continuada e permanente para melhor cuidá-los. Este trabalho servirá base para novas pesquisas cientificas.

Publicado
2019-01-07
Seção
II Simpósio de Produção Científica do Curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA