USO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS POR UNIVERSITÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE EM UMA INSTITUIÇÃO DO ESTADO DE GOIÁS

  • Mariana Miguel VIEIRA
  • Karlla Ninfa de Sousa SILVA
  • Sandra Valéria Martins PEREIRA
  • Wesley de Almeida BRITO
Palavras-chave: Álcool.Tabaco.Drogasilícitas. Universitários

Resumo

Devido à alta prevalência do consumo de substâncias psicoativas por universitários este estudo tem por objetivo: analisar o consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas por universitários da área da saúde de uma Instituição de Ensino Superior do estado de Goiás e os fatores relacionados. Foi realizado um estudo transversal analítico desenvolvido em uma Instituição de Ensino Superior (IES) do estado de Goiás. A coleta de dados ocorreu de março-abril de 2013. Amostra por conveniência composta por 408 acadêmicos de cursos da área de saúde (Fisioterapia, Enfermagem, Medicina, de Farmácia, Educação Física e Odontologia. Foi aplicado um questionário proposto pela Organização Mundial de Saúde para levantamentos de uso de álcool, drogas e condições de saúde.A análise estatística foi realizada no Programa StatisticalPackage for the Social Sciences(SPSS) para Windows, versão 17,0. Foi realizada análise estatística descritiva e inferencial para identificação da Razão de Chances bruta e ajustada dos fatores relacionados ao uso de drogas. Foram adotados o nível de significância 0,05 e o Intervalo de confiança (IC) 95% para todas as análises estatísticas. Os resultados mostramque o álcool é uma substância psicoativa de alto consumo entre os universitários na instituição da pesquisa, consumido aos menos uma vez na vida por mais de 70% dos acadêmicos. O tabaco foi consumido por 18,2%.As drogas ilícitas foram usadas pelo menos uma vez na vida por 14,2% dos participantes. As mais consumidas foram amaconha e os solventes.  Os tabagistas apresentaramo dobro de chance para usar drogas ilícitasORa  2,1 (1,08-4,15) p< 0,02 . Ser solteiro triplicouessa chance ORa 2,9 (1,31-6,57) p< 0,009.

Referências

ANDRADE, A. G. de et al. Use of alcohol and other drugs among Brazilian college students: effects of gender and age. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo, v. 34, n. 3, p. 294-305, Oct. 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 abr 2017.

BRASIL. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas.I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Brasília: SENAD; 2010.Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=000107&pid=S00472085201300010000400003&lng=en. Acesso em 26 mar. 2017.


CHIAPETTI, N.; SERBENA, C. A. Uso de álcool, tabaco e drogas por estudantes da área de saúde de uma Universidade de Curitiba. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 20, n. 2, 2007. Disponível em: . Acesso em: 26 Mar. 2017.

FREITAS, E. A. M. de; LUIS, M. A. V. Perception of students about alcohol consumption and illicit drugs. Acta paul. enferm., São Paulo, v.28, n. 5, p. 408-414, Aug. 2015 . Disponível em: . Acesso em: 26 Apr. 2016.

JÚNIOR, G. A.; MENESES G. C de. Implicações do uso de álcool, tabaco e outras drogas na vida do universitário. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 28, n.1, 2015. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=40842428009 Acesso: em 26 abr. 2016.

PETROIANU, A. et al. Prevalência do consumo de álcool, tabaco e entorpecentes por estudantes de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 56, n. 5, 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 Mar. 2017.

ROSA, M. I. da et al. Uso de tabaco e fatores associados entre alunos de uma universidade de Criciúma (SC). Cad. saúde colet., Rio de Janeiro , v. 22, n. 1, p. 25-31, Mar. 2014.Disponível em: . Acesso em: 27 Apri 2016.

SILVA, E. C.; TUCCI, A. M. Intervenção Breve para Redução do Consumo de Álcool e suas Consequências em Estudantes Universitários Brasileiros.Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 28, n. 4, p. 728-736, Dec. 2015. Disponível em: . Acessoem: 0 May 2016.

SMART, Reginald George et al. A methodology for student drug – use surveys. World Health Organization (Offset Publication, 50), Genebra, Suíça, 1982.

ZEFERINO, M. T. et al. Consumo de drogas entre estudantes universitários: família, espiritualidade e entretenimento moderando a influência dos pares. Texto contexto - enferm., Florianópolis, v. 24, n. spe, p. 125-135, 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 Apr. 2016.
Publicado
2019-01-07
Seção
II Simpósio de Produção Científica do Curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA