CUIDADOS A VÍTIMA DE QUEIMADURA

UMA REVISÃO INTEGRATIVA SOB A PERSPECTIVA DA ENFERMAGEM

  • Gláucia Oliveira Abreu Batista MEIRELES
  • Meillyne Alves dos REIS
  • Alexsandra dos Santos FERREIRA
  • Rayana Rafilla MENDONÇA
Palavras-chave: Lesão por queimadura. Tratamento local. Cuidados de enfermagem.

Resumo

INTRODUÇÃO: Segundo Malagutti e Kakihar (2014) lesões por queimadura tem sido consideradas enquanto que potentes causadoras de morbidades e mortalidade nos países em desenvolvimento. De acordo com as causas, estas podem ter origem  por agentes térmicos, elétricos, químicos e/ou radioativos, sendo que o grau de comprometimento da ferida é avaliado de acordo com a profundidade da lesão. Sob o ponto de vista econômico, o tratamento dessas lesões são onerosos por envolverem procedimentos complexos. Deste modo, o tratamento da ferida por queimadura envolve efeitos locais e sistêmicos, que variam de acordo com a profundidade da lesão, sua localização e extensão. Como opção de terapia local, curativos que contém em sua composição substâncias cicatrizantes e anti-infecciosas são utilizados (TAVARES; SILVA, 2015). Assim, o cuidado com o paciente, vítima de queimadura, requer do profissional enfermeiro a elaboração dos planos de cuidados pautados por processos científicos, habilidades técnicas e valores pessoais, bem como emocionais para lidar com a situação com competência (TEIXEIRA; ALMEIDA, 2012). OBJETIVO: Este estudo visa, portanto, refletir sobre a assistência de enfermagem e os possíveis tratamentos passíveis de serem realizados às vítimas de queimaduras, utilizando-se por procedimento técnico de pesquisa a revisão integrativa da literatura. METODOLOGIA: A metodologia principal que se baseia este estudo centra-se na Revisão Integrativa da literatura, a notar, artigos de relevância publicados na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), disponíveis em textos completos, nas bases de dados Latino América e do Caribe em ciências da saúde (LILACS) e SCientific Eletronic Library Online (Scielo), na Base de Dados de Enfermagem (BDENF) e Revista Eletrônica da Sociedade Brasileira de Queimaduras (RBQ), no período compreendido entre 2007 e 2017, escritos em língua portuguesa. Para isso, foram adotados, também, a análise de conteúdo com a visão com foco na análise dos dados.  RESULTADO: Os resultados obtidos foram elaborados por meio de leitura e analise dos artigos usados após realizados os processos de catalogação e triagem.  CONCLUSÃO: Conclui-se que as principais morbidades causadas por queimadura provêm da dor e sequelas que ela causa. Assim, o bom prognóstico do paciente vítima de queimadura está interligado ao tratamento adequado e à sistematização de enfermagem eficazes baseados em cuidados técnico-científicos.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada. Cartilha para tratamento de emergência das queimaduras. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Protocolos de Intervenção para o SAMU 192 - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Brasília: Ministério da Saúde, 2ª edição, 2016.

CASTRO, Ana Neile Pereira; LIMA JR, Edmar Maciel Lima. Desenvolvimento e validação de cartilha para pacientes vítimas de queimaduras. Sociedade Brasileira de Queimaduras, v. 13, n. 2, p. 103-13, 2014.

COSTA, Gabriela Oliveira Parentes et al. Perfil clínico e epidemiológico das queimaduras: evidências para o cuidado de enfermagem. Revista Ciência e Saúde, v.8, n.3, p.146-155, 2015.

GOMES, Roberto Dino; SERRA, Maria Cristina; MACIEIRA JR, Luiz. Condutas atuais em queimaduras. 2. ed. Revinter. Rio de janeiro, 2001.

LIMA, Edmar Maciel JR ; SERRA, Cristina do Valle Freitas. Tratado de queimaduras. São Paulo. Editora atheneu, ed 1. 2006.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVAO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., v.17, n.4, p.758-764, 2008.

OLIVEIRA, Tathiane Souza; MOREIRA Katia Fernanda; GONÇALVES Ticiane alburquerque . Assistência de enfermagem com pacientes queimados. Rev. Bras. Queimaduras, v.1, n.1, p.31-7, 2012.

ROSSI, Lídia Aparecida et al . Cuidados locais com as feridas das queimaduras. Rev Bras Queimaduras, v.9, n.2, p54-59, 2010.

SANTOS, Gricélia Pereira et al. Perfil epidemiológico do adulto internado em um centro de referência em tratamento de queimaduras. Revista Brasileira de Queimaduras, v.16, n.2, p.81-86, 2017.

SMETLZER, Suzanne C.; BARE, Brenda G. Brunner & Suddarth: tratado de enfermagem médico-cirúrgica. In: Brunner & Suddarth: tratado de enfermagem médico-cirúrgica. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014. 3v.

TAKINO, Mikelini Ayumi , et al. Perfil epidemiológico de crianças e adolescentes vítimas de queimaduras admitidos em centro de tratamento de queimados. Revista Brasileira de Queimaduras, v.15, n.2, p.74-79, 2016.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Queimaduras WHO; 2018 [acesso em 27 mar 2018]. Disponível em: . Acesso em: 20 de mar. 2018.

TEXEIRA, Cristiane Chagas; ALMEIDA, William Albuquerque. Sistematização da assistência de enfermagem ao paciente queimado. Revista Cientifica Unisalesiano. 2012. Disponível em: < http://www.salesianolins.br/universitaria/artigos/no6/artigo2.pdf> Acesso em: 20 de mar. 2018
Publicado
2019-01-08
Seção
II Simpósio de Produção Científica do Curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA