O USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA DISCIPLINA DE ENDODONTIA DO CURSO DE ODONTOLOGIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS

  • Bruno Francisco Carvalho de Lacerda
  • Helder Fernandes de Oliveira
  • Gilzele Nascimento Melazo Ribeiro
  • Mônica Misaé Endo
  • Giulliano Caixeta Serpa
Palavras-chave: Tecnologias da Informação. Educação. Aprendizagem. Informática em saúde pública.

Resumo

A revolução da informática causou grande impacto na rotina da população, em que a tecnologia foi incorporada e é utilizada em praticamente todos os momentos e atividades da nossa sociedade atual, e consequentemente no processo ensino aprendizagem de praticamente todos os segmentos da educação. Com os acadêmicos cada vez mais envolvidos nas tecnologias de informação, principalmente a internet, a educação também passou por mudanças, para se adequar a avalanche de informações rápidas e disponíveis de maneira praticamente gratuita a todos. Para incentivar e promover uma melhora na captação e transmissão de informações gerais ou especificas de cada disciplina do curso de Odontologia, o Centro Universitário de Anápolis procurou incorporar esses recursos para se adequar a essa nova ordem mundial. A disciplina de Endodontia utiliza essas tecnologias de informação na forma de diversos aplicativos de testes rápidos (estilo quiz), como Socrative®, Kahoot® e Plickers®. Primeiro o acadêmico tem uma parte da aula dispositiva e dialogada, com a interação constante da turma através do professor, que deve fazer o papel de mediador e incentivar as dúvidas e discussões da turma. Após esse primeiro momento, é aplicado então um destes testes, que é realizado na forma de gincana, em que os envolvidos são divididos em grupos ou mesmo de forma individual, e após a realizado destes testes, é então retomado o conteúdo para os assuntos que os acadêmicos tiveram mais duvidas ou menor taxa de acerto nos testes, até que todas as deficiências sejam corrigidas. A utilização de recursos tecnológicos no processo de ensino, é cada vez, mas necessária, pois torna a aula mais atrativa, proporcionando aos alunos uma forma diferenciada de ensino. Após essa incorporação, a média dos acadêmicos nas disciplinas de endodontia melhoraram, e todos os envolvidos se sentiram estimulados a participação. Para que isso se concretize de maneira eficaz, as tecnologias são informadas previamente, em plano de ensino, para que os acadêmicos possam baixar os aplicativos em tempo hábil e até se familiarizarem com os mesmos.

Publicado
2019-01-10
Seção
XI Seminário de Saberes e Práticas Docentes do Curso de Odontologia