USO DO TEAM-BASED LEARNING (TBL) NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM EM CIRURGIA BUCAL

  • Mário Serra Ferreira
  • Satiro Watanabe
  • Simone Sousa Silva Sant´Ana
  • Wilson José Mariano Júnior
Palavras-chave: TBL. Ensino Aprendizagem. Metodologia ativa

Resumo

Na atual configuração curricular e na organização disciplinar, o professor é constantemente desafiado a atuar com uma nova visão no processo de ensino e aprendizagem, sendo o uso das metodologias ativas imprescindível na construção do conhecimento. O Team-Based Learning (TBL) é o aprendizado baseado em equipes, dividido em 3 etapas principais: estudo prévio, atividade individual e em grupo e fechamento por meio de discussão sobre o tema. É importante ressaltar, que no passado havia predominância de exposição do conteúdo de forma estritamente oral. Essa transmissão determinava uma grande atuação do docente, delegando assim pouca responsabilidade ao discente. Os conteúdos que versam sobre o tema de infecções odontogênicas e traumatismo alvéolo dentário foram trabalhados em sala de aula por meio do TBL, onde o conhecimento e estudo prévio foram considerados e verificados por meio de uma avaliação composta por 16 questões objetivas com quatro alternativas. O acadêmico teve a possibilidade de distribuir 4 pontos entre as alternativas, dependendo de sua convicção. Após a resolução individual, a turma foi distribuída em grupos de quatro pessoas com o escopo de discutir as questões e assinalar a resposta do grupo por meio de uma raspadinha digital.  A cada resposta errada a pontuação geral era diminuída. Em seguida, os grupos poderiam realizar a apelação em relação às questões consideradas incorretas ou com sentido dubio. A discussão das questões foi realizada pela equipe de professores, pontuando as dúvidas levantadas pelos grupos e também os assuntos relacionados aos temas em questão. A avaliação foi processual e através da participação dos estudantes. Assim, os acadêmicos conseguiram obter maior facilidade na discussão e interpretação das situações clínicas referentes apresentadas, demostrando que o uso de metodologias ativas, como o TBL, é alternativa viável para facilitar a compreensão e participação dos acadêmicos na prática do ensino da disciplina de cirurgia II na graduação em odontologia.

Publicado
2019-01-10
Seção
XI Seminário de Saberes e Práticas Docentes do Curso de Odontologia