A INCLUSÃO DO JOVEM ADULTO COM TDAH NO ENSINO SUPERIOR

  • Priscila Santana
  • Núbia Gonçalves da Paixão Eneterio
Palavras-chave: TDAH. inclusão. legislação

Resumo

A prevalência do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na vida adulta é de 60
a 70% dos casos, tema que tem gerado discussão devido às dificuldades que a tríade aluno,
instituição e família tem de enfrentar para que o processo de aprendizado seja o mais efetivo.
Tendo como objetivo geral, analisar de que modo o acadêmico com TDAH é influenciado pela
legislação para inclusão no Ensino Superior, essa pesquisa intenta, especificamente, descrever as
demandas do TDAH no jovem adulto, compreender a legislação que ampara a inclusão no ensino
superior e relacionar os dois assuntos. Trata-se de uma pesquisa descritiva, qualitativa, na qual foi
realizada uma revisão bibliográfica. Percebeu-se que a atual legislação brasileira de inclusão
possibilitou o acesso de muitos alunos com deficiência ao ensino superior, e tem se mostrado um
facilitador para sua permanência, comparando-se aos tempos antes da sua existência. Conclui-se
que o transtorno persiste até a vida adulta, acompanhando o indivíduo durante todo seu processo
de aprendizado e que este lhe causa dificuldades na vida social, profissional e acadêmica.

Referências

BARKLEY, R. A. (2011). Vencendo o TDAH Adulto. Porto Alegre, Artmed.

CABRAL, L. S. A. (2017). Inclusão do público – alvo da Educação Especial no Ensino Superior
brasileiro: histórico, políticas e práticas. Revista Educação - PUC Campinas, 22 (3), 371-387.

GERHARDT, T. E. e SILVEIRA, D. T. (2009). Métodos de Pesquisa. Universidade Federal do Rio
Grande do Sul, 1ª ed. Rio Grande do Sul.

GIL, A. C. (2002). Como elaborar projetos de Pesquisa. Atlas, 4ª ed. São Paulo.

Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. (2014). Porto Alegre, Artmed, 5.
Ed.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Lei n. 13.146, de 06 de julho de 2015. (2015). Institui a
Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência).
Brasília.

_____. Lei n. 12.711, de 29 de agosto de 2012. (2012). Dispõe sobre o ingresso nas
universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá
outras providências. Brasília.

PLETSCH, M. D. e LEITE, L. P. (2017). Análise da produção científica sobre a inclusão no ensino
superior brasileiro. Educar em Revista, 33, 3, 87-106. Curitiba.

PLETSCH, M. D. e MELO, F. R. L. V. (2017). Estrutura e Funcionamento dos Núcleos de
Acessibilidade nas Universidades Federais da Região Sudeste. Revista Ibero – Americana de
Estudos em Educação, 12(3), 1610-1627.
Publicado
2019-01-17