ESTUDO DO SOLO MELHORADO COM CIMENTO PARA BASE ASFÁLTICA

  • Janine Andressa Vicenzi Danielli UniEVANGÉLICA
  • Sarah Gabriella Correia Teixeira UniEVANGÉLICA
  • Filipe Fonseca Garcia UniEVANGÉLICA

Resumo

ESTUDO DO SOLO MELHORADO COM CIMENTO PARA BASE ASFÁLTICA

                                                                           

Janine Andressa Vicenzi Danielli [1]

Sarah Gabriella Correia Teixeira [2]

Filipe Fonseca Garcia [3]

 

 

Resumo:

O tema estudado, solo melhorado com cimento, traz a abordagem de ensaios para proporcionar uma base asfáltica com mais resistência, tornando o pavimento semi-rígido. O pavimento semi-rígido é caracterizado através de um solo que resiste a certa carga distribuída, atribuindo à base um aditivo. No solo, a vulnerabilidade à água é alterada, se a acentuação de cimento ou outro aditivo for elevada. Esse trabalho refere-se a um estudo de solos com adição de cimento baseado em experimentos. O objetivo principal foi analisar um tipo de solo, retirado da Construtora TRADE, com duas variações na adição de cimento, comparadas com o solo natural, o primeiro com 2% e o segundo com 4% de cimento. Com isso, foi investigada a resistência para cada dosagem. Os ensaios realizados foram: Análise granulométrica que permitiu separar os grãos, peneirando-os para fazer a pesagem dos agregados: fino, médio e grosso; Limite de Liquidez e Limite de Plasticidade, cujos objetivos são determinar os limites de consistência do solo e registrar o índice de plasticidade do mesmo; Ensaio de compactação onde é obtida a densidade e a umidade ótima; e, por último, Ensaio Índice de Suporte Califórnia (CBR) que consiste em analisar a resistência da amostra saturada compactada em corpos de prova e também, indicar o Índice de expansibilidade do solo. Os resultados foram obtidos com sucesso, classificando o solo como fino argiloso podendo conter até 64% de areia e pedregulho. A resistência (CBR) do solo sem adição de cimento foi de 32,7% com uma umidade ótima de 15,6%. Para o solo com adição de 2% de cimento houve um aumento em sua resistência, resultando em 33,5% e umidade ótima de 15,6%. Já o solo com adição de 4% de cimento o aumento da resistência foi bem superior, atingindo 154,4% e com uma umidade ótima de 15,5%. Analisando assim, a melhor resistência para base asfáltica de pavimento semi-rígido encontrada foi com o solo adicionado a 4% de cimento.

Palavras-Chave: Pavimento. Solo. Cimento. Ensaios.

 

[1] Graduando (Engenharia Civil, UniEVANGÉLICA, Brasil). Filiação (UniEVANGÉLICA, Brasil). janine_danielli@hotmail.com.br

[2] Graduando (Engenharia Civil, UniEVANGÉLICA, Brasil). Filiação (UniEVANGÉLICA, Brasil). sarah_gteixeira@hotmail.com

[3] Especialista (Processos Químicos, SENAI, Brasil). Filiação (UniEVANGÉLICA, Brasil). filipefgarcia@hotmail.com

Publicado
2019-01-22
Seção
LACEC Liga Acadêmica Científica de Engenharia Civil