AS TEORIAS DA CORRUPÇÃO NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO OCIDENTAL: DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA AO SÉCULO XIX

Autores

  • Maurício Resende Sant'ana de Oliveira
  • Fernando Lobo Lemes

Palavras-chave:

Teorias Da Corrupção, História Da Corrupção, História Do Pensamento Ocidental

Resumo

Leituras a respeito da corrupção apontam para novas interpretações, provocando uma guinada teórica para a compreensão do fenômeno no Brasil. O estudo das teorias da corrupção a partir de uma perspectiva histórica deverá dialogar e contribuir com as perspectivas elaboradas recentemente, ampliando o debate e a compreensão sobre o tema. Além disso, a investigação sobre as teorias da corrupção na história do pensamento ocidental terá como escopo esclarecer os usos do conceito em diferentes momentos da história. Poderá, então, indicar novos elementos para a compreensão do fenômeno no Brasil. O objetivo dessa pesquisa é realizar um levantamento bibliográfico das teorias associadas à corrupção, desde a Antiguidade Clássica até o século XIX, através da leitura de autores expressivos que trataram do tema, tendo em vista a compreensão e contextualização do conceito “ corrupção” , bem como de suas alterações e redefinições perceptíveis ao longo do tempo. A metodologia proposta está associada à pesquisa bibliográfica em nível exploratório, a fim de obter informações mais precisas para a investigação. Espera-se que os resultados da pesquisa contribuam para a compreensão a respeito das diferentes teorias sobre a corrupção, fomentando o debate através da divulgação dos resultados em eventos científicos.

Downloads

Publicado

2015-12-30

Edição

Seção

(Raízes) - Poster