CONSTRUÇÃO DE KART MOVIDO À ELETRICIDADE

ELETRO KART.

  • Márcio José Dias
  • Hélio de Souza Queiroz
  • Rosemberg Fortes Nunes Rodrigues
  • Ricardo Wobeto
  • Lucas Antonio dos Santos Batista Associação Educativa Evangélica
  • José Olímpio Mendonça Neto
  • Eduardo Elias
  • Dannyel Rodrigues de sousa
  • Leonardo Antônio Godoi
Palavras-chave: Combustíveis fósseis, Energias renováveis, Meio Ambiente, Poluição, Eletromecânico.

Resumo

O kartismo, é uma modalidade do automobilismo sobre veículos simples, de quatro rodas, equipados com motores à combustão interna de 2 ou 4 tempos, alimentados geralmente por combustíveis fósseis, sendo conhecidos como karts. Os karts convencionais, apesar de apresentar boa performance e bons rendimentos mecânicos, são poluidores do meio ambiente, pois a queima de combustíveis fósseis pelos automóveis representa grande parte das emissões de gases do efeito estufa, um deles mais conhecido, o dióxido de carbono (CO2). O projeto EletroKART tem como objetivo a construção de um Kart ecologicamente correto, movido à energia elétrica armazenada por meio de baterias, em que as baterias podem ser recarregadas por meio de energias renováveis. A construção do EletroKart está sendo desenvolvida pelos alunos e professores dos Cursos de Engenharia Elétrica, Mecânica e da Computação do Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA. O projeto está na sua fase de finalização, onde está sendo adaptado um motor elétrico, importado, utilizado em motonetas por fabricantes chineses com as seguintes descrições: potência 2000 W, tensão 60 V, sendo alimentados por 5 baterias de 60 A, e gerenciados por um sistema controlador de potência e tensão. Os custos para execução foram subsidiados pela UniEVANGÉLICA, e os trabalhos de adaptação estão sendo desenvolvidos utilizando os laboratórios do Centro Tecnológico. Ao finalizar o trabalho, a equipe espera que o EletroKart apresente bons resultados de desempenho, boa autonomia e que o veículo elétrico possa representar os cursos em projetos de inovação tecnológica e preservação do meio ambiente.

 

Referências

1. - MATTAR, Fauze Najib; MATTAR, Michel. Gestão de negócios esportivos – Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

2. - REIN, Irving. Marketing esportivo: a reinvenção do esporte na busca de torcedores /Irving Rein, Philip Kotler, Bem Shields; tradução Raul Rubenich. – Porto Alegre; Bookman,
3. 2008.
4. - Dias et al., 2017. Análise de emissão de gases NOX eCO de um motor Ciclo Diesel em diferentes temperaturas e rotações. Processos Químicos, 61-65.
5. - Carvalho-Junior J, Lacava P, Andrade J, 1997. Emissões em processos de combustão. São Paulo: Editora UNESP, 2003. Apostila de Motores de Combustão Interna. Piracicaba.
6. - Dorado M et al., 2003. Exhaust emissions from a Diesel engine fueled with transesterified waste olive oil. Fuel, 82: 1311-1315.
7. - AGÊNCIA NACIONAL DO PETROLEO. Etanol. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.
8. – Baran, R; Legey, L, F, L. Veículos elétricos: história e perspectivas no Brasil. BNDES Setorial 33, p. 207-224 – Ano 2010. Biblioteca digital: acesso http://www.bndes.gov.br/bibliotecadigital.
9. - EDITORA GLOBO (Ed.). Ambiente: Etanol de cana emite 70% menos gás carbônico que gasolina, segundo Embrapa. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.
Publicado
2019-01-21
Seção
III SINACEN - Simpósio Nacional de Ciências e Engenharias