RELATOS DE EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NO CAMPO DE TRABALHO – COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS – AMBEV S/A

  • Ronaldo Rodrigues Borges Unievangelica
  • Márcio José Dias
  • Clodoaldo Valverde

Resumo

COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS – AMBEV é a maior indústria do segmento de cervejarias e refrigeranteiras do mundo. Seu portfólio contém cervejas nacionais (ANTÁRCTICA, SKOL, BRAHMA e SERRAMALTE) e internacionais (BUDWEISER, STELLA ARTOIS e COLORADO), além de refrigerantes próprios (Guaraná Antárctica, Soda Limonada, Sukita) e da marca Pepsi, com autorização de fabricação e comercialização. É uma companhia que se mantém como líder de mercado, com o sonho de ser a melhor cervejaria unindo as pessoas por um mundo melhor. Durante o período de trabalho na companhia foram adquiridos conhecimentos em inúmeras áreas: gestão de pessoas, treinamento e desenvolvimento da equipe, monitoramento e melhorias nos indicadores de manutenção e utilização de dados estatísticos para melhoria da qualidade dos produtos. Durante a jornada de 8 horas diárias foram desenvolvidas atividades sob a supervisão do Staff Carlos Eduardo Borges no horário matutino (06h40min às 15h). As principais atividades desenvolvidas foram desde análises de dados estatísticos para monitoramento e gestão de dados de qualidade do produto acabado, analisando o desvio padrão das análises laboratoriais e suas dispersões, à criação, atualização e treinamento de padrões operacionais e planos de manutenção dos equipamentos, envolvendo limpeza, inspeção, lubrificação, reaperto. O principal foco foi o desenvolvimento do conhecimento operacional e melhoria na produtividade e eficiência dos equipamentos. Para isso, foram criados mapas de lubrificação e etiquetas tagueadas com a correta especificação do lubrificante com código lins. O acompanhamento destas atividades se  deu através do sistema SAP, planilhas de Excel e procedimentos em Word. A evolução em produtividade e eficiência da linha de produção pôde ser observada através de relatório diário, GEPACK, com ganho de 2% a 3%. O relatório também mostrou melhora nos resultados dos equipamentos, apresentando maior disponibilidade e confiabilidade na manutenção executada pela operação da planta.

Publicado
2019-01-18
Seção
III SINACEN - Simpósio Nacional de Ciências e Engenharias