O EFEITO DE CINCO SOLVENTES NA ESTRUTURA GEOMÉTRICA DO COMPOSTO 2-OXOPYRROLIDIN-3-YL4-(2-PHENYLDIAZEN-1-YL)BENZOATE

  • Amanda Prager Santos UEG
  • Clodoaldo Valverde
Palavras-chave: Solvatação. Geometria Molecular. Interação.

Resumo

Neste trabalho foi realizado um estudo sobre o efeito do solvente nas propriedades geométricas do cristal 2-oxopyrrolidin-3-yl4-(2-phenyldiazen-1-yl)benzoate (2ONPN), com fórmula molecular C17H15N3O3, sintetizado e cristalizado por Elkin I. et al. O cristal (2ONPN) foi optimizado através do método de DTF (Teoria do Funcional Densidade) com o uso do funcional B3LYP na base 6-311+G(d). Nota-se que propriedades geométricas de uma molécula isolada se alteram quando a mesma se encontra em diferentes meios solventes. Os cálculos foram realizados com base no método dos campos finitos e usando o nível de teoria B3LYP / 6-311 + G (d). O desvio padrão (RMSD) e as distâncias máximas foram calculados entre a estrutura de raios-X e a estrutura nos meios solventes. Para os meios solventes consideramos: fase gás (ε=1.00), clorofórmio (ε=4.71), acetona (ε=20.49), metanol (ε=32.61), dimetilsulfóxido (ε=46.70), água (ε=78.36), em que ε é a constante dielétrica do meio. As constantes dielétricas possuem valores distintos, visto que na fase gás temos ε = 1.00 e já em meio solvente água temos ε = 78.36. De acordo com os resultados fica evidente o quanto os parâmetros geométricos de uma estrutura molecular sofre alteração em diferentes meios.

Publicado
2019-01-18
Seção
III SINACEN - Simpósio Nacional de Ciências e Engenharias