RELATOS DE EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NO CAMPO DE ESTÁGIO – LABORATÓRIO DE FABRICAÇÃO DO CENTRO TECNOLÓGICO.

  • Jonathan Goncalves Gomes Unievangelica
  • Marcos Vinicius Assis
  • Márcio José Dias
  • Clodoaldo Valverde
Palavras-chave: Composição, análises, Combustíveis.

Resumo

O Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA é uma das maiores e melhores instituições de ensino superior de Goiás. Oferece cursos de graduação, pós-graduação e mestrado e tem hoje cerca de 10 mil alunos. A instituição conta com uma estrutura privilegiada com excelentes bibliotecas, laboratórios modernos e um corpo docente altamente qualificado. Este trabalho teve como objetivos relatar as experiências vivenciadas durante a realização do estágio supervisionado obrigatório, realizado no laboratório de fabricação do Centro Tecnológico da Instituição. A carga horária das atividades do estágio foi de 200 horas/aulas, e foram desenvolvidas sob a supervisão dos profs. Márcio José Dias e Sérgio Mateus Brandão, sempre acontecendo no período matutino. As principais atividades desenvolvidas foi o desdobramento do meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o qual originou um artigo científico com a seguinte titulação “Estudo de Análise de combustíveis seguindo o padrão exigido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP)”. Trabalho este que teve o objetivo de analisar a composição do etanol hidratado, gasolina C e óleo diesel S-500 em um posto revendedor da cidade de Anápolis-GO. Utilizando como parâmetro normas técnicas e resolução de n° 9 da ANP. Para tanto foram realizadas 4 coletas de cada um dos combustíveis em estudo totalizando 12 amostras. A partir das análises realizadas, foram comparados os valores médios encontrados com os índices permitidos pela ANP. Podendo assim comprovar por meio dos resultados das análises em questão que nenhum dos combustíveis em estudo estava fora das especificações permitidas para comercialização. Logo conclui-se que o posto revendedor estudado comercializa combustíveis de boa qualidade, não prejudicando o desempenho na queima desses combustíveis pelos automóveis.  

Publicado
2019-01-18
Seção
III SINACEN - Simpósio Nacional de Ciências e Engenharias